‘Domingo Legal’ exibe homenagem a Gugu


O Domingo Legal exibido neste domingo homenageou Gugu Liberato, que morreu na sexta após sofrer um acidente doméstico em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos. O apresentador comandou o programa do SBT de 1993 a 2009 e a atração chegou a ser líder de audiência nas tardes de domingo entre o fim dos anos 1990 e 2003, inclusive vencendo o Domingão do Faustão.

A abertura trouxe imagens antigas de Gugu à frente da atração: o apresentador entusiasmado interagindo com a plateia, dançando a coreografia da música Meu Pintinho Amarelinho.

Celso Portiolli relembrou emocionado a trajetória de Gugu no SBT e falou sobre o luto. “A tristeza é muito grande, é imensa, a minha dor, a dor de todos os que estão aqui. Eu quero deixar os meus profundos sentimentos à família do Gugu. Fica aqui o meu profundo pesar a vocês”, disse.

A atração também exibiu entrevistas com artistas do SBT falando sobre a morte do apresentador.

Mara Maravilha apareceu abatida e chorando. “Gugu não está morto. Ele é uma luz que sempre estará acesa.”

Raul Gil falou sobre a relação que tinha com o apresentador há mais de três décadas. “Eu tenho muito orgulho do Gugu porque ele iniciou sua carreira praticamente no Brasil todo no programa de júri do Raul Gil em 1981. Hoje, nós perdemos um irmão um filho, um dos maiores orgulhos que eu tinha da minha vida e continuo tendo é que ele sempre lembrava: ‘Raul Gil é o meu padrinho’. Eu perdi o meu afilhado”, afirmou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora