07 de agosto de 2020 Atualizado 22:17

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Música

Benziê prepara primeiro disco com músicas ‘good vibes’

Du Pessoa, nascido em Americana, forma ao lado da namorada e cantora, Vic Conegero, o duo Benziê

Por Danilo Reenlsober

10 dez 2019 às 07:52 • Última atualização 27 abr 2020 às 11:18

O duo Benziê, formado por Du Pessoa e Vic Conegero, segue uma rotina agitada de criação e gravações neste final de ano. Os dois, que namoram há cinco anos, começaram a tocar juntos profissionalmente após uma viagem para a Colômbia, no início de 2017, onde ambos trocavam shows por acomodações em hostels. De lá para cá, tomaram gosto pela coisa e já preparam novidades para 2020.

O objetivo, segundo Pessoa, é lançar o primeiro disco só com músicas “good vibes” (boas vibrações) já no próximo ano. “Temos inspirações em estilos como MPB, reggae, surf music e pop… Gostamos de fazer um som solar, com mensagens positivas e alto-astral”, resumiu o cantor e compositor, nascido em Americana.

Foto: Divulgação
O músico Du Pessoa com a namorada e parceira musical Vic Conegero: músicas para ficar de boa

O duo se conheceu em Sorocaba, onde Pessoa passou boa parte da sua vida após deixar Americana.

Atualmente, ambos se mudaram para a capital paulista para se dedicarem exclusivamente ao Benziê. “Estamos no processo de gravação desse primeiro disco, o plano é lançar mais algumas músicas no começo de 2020 e, até o final do ano que vem, lançar um álbum completo”, afirmou.

A canção mais recente do duo, “Eu Amo Você, Menina”, foi composta por Pessoa logo no início do namoro e ganhou clipe recentemente, já disponível no YouTube.

“Escrevi este som logo que conheci a Vic. Além de ilustrar nossa história, ela é um incentivo para que as pessoas se permitam amar em um mundo onde a banalização das coisas acabou impedindo com que as pessoas se amem ou se permitam ser amadas”. Antes do Benziê, tanto Pessoa quanto Vic tinham suas próprias carreiras: ela, tocando em igrejas e barzinhos de Sorocaba; ele, ainda jovem, atuando em bandas de hardcore e reggae.

Depois de deixar o cenário musical, o cantor tentou a vida na publicidade. Mas foi na Colômbia que ambos “reencontraram” seu caminho.

“Nós já namorávamos há um ano quando fomos para a Colômbia. Lá, nos hostels, a gente tocava em troca de acomodações. A gente tocava em um hostel, ficava um ou dois dias, ia para outro e repetia”, lembrou.

“Foi nessa viagem que a gente tocou junto pela primeira vez. Quando voltamos, decidimos continuar porque percebemos que deu certo. Então mudamos toda a nossa vida para estarmos 100% dedicados ao Benziê, que hoje é a nossa vida”.