19 de setembro de 2020 Atualizado 19:17

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Música

A Família volta com som cheio de críticas sociais

Grupo de rap de Sumaré coloca nas plataformas digitais o trabalho “Avisem os Lugares”, com onze faixas inéditas

Por Luciano Assis

12 jan 2020 às 08:25 • Última atualização 27 abr 2020 às 11:18

Nome de peso da cena hip hop nacional desde o lançamento da música “Castelo de Madeira” (2004), o grupo A Família, de Sumaré, lança agora seu mais novo trabalho, “Avisem os Lugares”. O disco, com 11 faixas inéditas, vem puxado pelos videoclipes das músicas “Vários Cavalos”, “Longe de Casa” e “Ela Não Tem Coração”, disponibilizadas ao público no final do ano passado.

Para 2020, o plano é cair na estrada. “Já estamos preparando agenda com shows de lançamento no interior e capital, além do Nordeste e Paraná. Teremos também o circuito cultural em favelas levando videoclipe e diversos grupos novos para exposição e apresentação dos trabalhos”, adianta Demis Preto Realista, um dos cantores e compositores do grupo, que ainda é formado pelos rappers Márcio Rap e Gabriel Valença.

Foto: Divulgação
Márcio Rap, Demis Preto Realista e Gabriel Valença vão unir ações sociais aos shows de lançamento do novo trabalho

Mais do que o trabalho musical, sempre foi muito forte na história do grupo A Família, a veia social. E essas ações continuam atreladas ao novo disco, como explica os músicos. “Além de shows e apresentações culturais, pretendemos ter uma agenda de visitas e encontros em comunidades carentes, para que possamos cada vez mais reforçar a importância do Hip Hop como ferramenta de comunicação e transformação social”, detalha Demis.

“Avisem os Lugares” tem produção de Demis Preto Realista, que ainda divide a direção artística com Márcio Rap. Entre os convidados ainda estão Erivan Dantas (Área 14), na música “Bala de Matraca”, Pingora na música “Longe de Casa”, e de colagens do pastor Genival Bento na música que carrega o nome do álbum “Avisem os Lugares”.

Várias das músicas carregam essa tendência do trabalho dos sumareenses de agregar diferentes ideias e conceitos ao trabalho. “’Pilhas Alcalinas’ foi uma parceria importante que fizemos com a produtora Relógio Urbano e Coletivo Arte na Quebrada, que fizeram toda articulação e roteiro para o clipe sair do papel. A música é uma balada nostálgica numa letra forte com levadas flutuantes. Já ‘Vários Cavalos’, é uma parceria nossa com o 220 Rap e a produtora Nupente Label”, detalha Gabriel Valença.

As novas músicas trazem um maior apuro de produção, segundo os rappers, fruto da experiência e da imersão em trabalhos em estúdio de outros artistas nos últimos anos. “Em 2014 montamos o estúdio CDM (Castelo de Madeira Produtora), passamos a estudar produção musical e criamos um novo desafio, produzir nossas próprias ideias e difundir mais ainda nossa personalidade musical”, revela Demis.

Publicidade