03 de agosto de 2020 Atualizado 22:15

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

A Cidade É Nossa

Máscara ou mascará

Por J.C. Nascimento

01 ago 2020 às 10:19

Do Leitor: “Numa casa comercial de cidade vizinha, vi a palavra Máscara, acentuada no último “A”. Assim, mascará. Pra mim, foi demais. Por tudo isso, é a nossa cultura tupiniquim!” (Eduardo Paparotti)
· · ·
O inquilino informa que vai deixar um imóvel e de presente deixava um sofá-cama. O proprietário não aceitou pedindo que retirasse a peça.
· · ·
Na manhã seguinte, vizinhos ligam ao proprietário dizendo que um sofá-cama estava na calçada. A prefeitura foi solicitada e o material recolhido.
· · ·
A Globo mudando seus jornais com matérias em geral, sem ideia fixa da política. Freelancer observa, lembrando que não vê mais panelaços.
· · ·
O incansável tio Amin relata: subindo a Florindo Cibin com duas faixas chegamos à Avenida Cillos. A da direita para quem vai subir. A da esquerda, ir em frente ou descer.
· · ·
Ah! mas quase sempre “um dono da rua” na faixa direita que entra à esquerda deixando os da fila da esquerda com cara de bobo.
· · ·
Precisamos nos alimentar do Senhor! Onde? Leitura diária da Bíblia e da Sagrada Eucaristia (Santa Ceia do Corpo e Sangue) Cristo Pão Vivo. Jesus se fez nosso Alimento (Padre Itamar)
· · ·
Nossos leitores: Alaerte Menuzzo; Luiz Santinon, o Luiz da Motinho; José Vicente De Nardo, Vera Vitti e Ciro Françoso (parabéns pelo aniversário).
· · ·
Ficamos por aqui. Antes, hoje é sábado e seu Dotô já sabe que é dia (mais amanhã) de churrasquinho na Praia dos Namorados, com a turma sem máscara. Fazer o quê?

J.C. Nascimento

Coluna assinada pelo jornalista e corretor J.C. Nascimento. Há mais de 40 anos contando causos de Americana por meio de personagens já conhecidos do público.