30 de setembro de 2020 Atualizado 18:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Artigos de leitores

Fakenews: refletir antes de compartilhar

Por Roger Willians

07 jun 2020 às 07:00 • Última atualização 08 jun 2020 às 07:53

Uma pesquisa divulgada recentemente pela empresa de cibersegurança Kaspersky apontou que, no Brasil, 60% da população não reconhece uma notícia falsa. As fakenews são propagadas com grande poder de alcance pela internet. Foram responsáveis, por exemplo, para a disseminação de informações equivocadas sobre vacinas, o que levou ao ressurgimento de doenças consideradas controladas no planeta, como o sarampo.

Em tempos de pandemia, segundo a Fundação Oswaldo Cruz, a disseminação de notícias falsas prejudicou o isolamento social. Em alerta sobre o assunto, as próprias redes sociais têm excluído, quando reconhecidas, publicações sobre fakenews. O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, citou a exclusão de uma notícia falsa publicada pelo presidente Jair Bolsonaro, argumentando que a plataforma tem trabalhado para combater este problema não importa quem publique.

Nesta toada, o STF (Supremo Tribunal Federal) investiga publicações em massa de fakenews e ameaças à corte, no chamado “Inquérito das Fakenews”. Dada a proporção do problema, concomitante a isso, caminhamos para as eleições municipais e será muito importante a vigilância do próprio eleitor com relação às fakenews. No processo eleitoral, notícias fakes tomam proporções gigantescas e podem definir os rumos da sociedade.

Em vista disso, é preciso ter cautela com os piratas da internet que, à sombra do anonimato, utilizam da web para prejudicar pessoas com mentira, com o intuito de confundir em benefício próprio. Impedir o surgimento das notícias falsas num ambiente tão amplo e independente como a internet é impossível, por tanto, cabe aos internautas sempre checar a fonte e dar o benefício da dúvida, antes de compartilhar. Podemos ser propagadores ou não das fakenews. Qual caminho você está seguindo nas redes?

* Roger Willians é vice-prefeito de Americana.

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos, com 1.800 caracteres (já contando os espaços), para o e-mail opiniao@liberal.com.br.