20 de junho de 2021 Atualizado 09:10

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Artigos de leitores

2021 será ótimo para aquisição de imóveis

Por Samuel Ferreira da Silva

14 fev 2021 às 10:12

O cenário econômico que desponta para 2021 promete tornar mais próximo o sonho da casa própria para os brasileiros. Na contramão de toda a instabilidade provocada pela pandemia da Covid-19, sobram motivos para apostar no aquecimento do mercado imobiliário nacional neste ano.

Uma das razões para o otimismo é a Taxa Selic, que desde agosto vem sendo mantida pelo Comitê de Política Monetária (Copom) em 2%, o menor índice da história. É daí que se inicia o ciclo progressivo que começa a chamar a atenção de potenciais interessados na compra de imóveis.

A manutenção da Selic no patamar atual, permitiu aos bancos oferecer linhas de créditos imobiliários com juros anuais que variam entre 6% e 7%. Ainda que a Selic ganhe algum fôlego, a expectativa de especialistas responsáveis pelo cálculo e elaboração de índices para o setor é de que os juros desses empréstimos não passem dos 8% anuais.

Na prática, isso significa que as parcelas dos financiamentos estão menores, o que permite também ampliar a projeção socioeconômica dos compradores. Em outras palavras, o cenário positivo não restringe a chance de um bom negócio só às classes mais altas, existem imóveis para todos os gostos e bolsos.

Entretanto, a hora é de o consumidor acelerar o passo, mas com o máximo de prudência. O setor da construção civil presenciou uma disparada dos preços dos insumos nos últimos meses, e algumas matérias-primas chegaram a subir 60% desde o início da pandemia. O reflexo dessa inflação vai parar nos preços dos imóveis, que já estão em processo de valorização desde outubro.

Samuel Ferreira da Silva é gestor imobiliário do Grupo MBL
(Silva Empreendimentos e Fonsil).

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos, com 1.800 caracteres (já contando os espaços), para o e-mail opiniao@liberal.com.br.