07 de maio de 2021 Atualizado 21:42

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Santa Bárbara

Prefeitura cobra governo estadual por problema no cadastro de professores

Cerca de 400 profissionais de educação ainda não foram vacinados em Santa Bárbara d'Oeste

Por Pedro Heiderich

22 abr 2021 às 19:29 • Última atualização 22 abr 2021 às 19:33

A Prefeitura de Santa Bárbara cobra o Governo do Estado por problema no cadastro de profissionais da educação no site estadual de vacinação contra o coronavírus (Covid-19). Cerca de 400 profissionais, 30% da categoria, ainda não foram vacinados na cidade.

O Executivo pediu que o governo resolva a questão, mas o Estado afirma que não há problemas. A situação foi denunciada nesta quinta-feira (22) pela vereadora Esther Moraes (PL), presidente da Comissão de Representação e Acompanhamento do Plano Estadual de Imunização contra a Covid-19 na cidade, através das redes sociais.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Esther foi procurada por professores que relataram que não conseguem se cadastrar no site do Estado, na hora de gerar o QR Code (sistema que armazena dados).

“Travou a vacinação a nível local desta categoria. Os profissionais vão no site e não conseguem a liberação do código e nem do e-mail depois, impossibilitando a vacinação, e a cidade está pronta, com estrutura, para imunizar”, reforça a vereadora.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

O problema vem desde sexta-feira (16), quando a Comissão foi informada, mesma data na qual o Executivo prometeu pressionar o Estado para resolver o impasse. “Já conversamos com as secretarias, nas escolas, falamos com o Conselho de Educação. É um problema estadual que precisa ser resolvido”, relata.

Os profissionais de educação devem se cadastrar no site do Estado para depois se cadastrar no site do município para agendar horário e local para serem vacinados.

A reportagem teve acesso ao grupo de professoras da cidade nas redes sociais. Elas apontam que, após o cadastro no site estadual, aparece a mensagem de que o cadastro foi ratificado e pede para aguardar a emissão do comprovante Vacina Já Educação.

Em nota, a Prefeitura confirmou a dificuldade. “Existe sim um problema técnico no site do Estado, onde gera o QRCode. O município oficiou o governo, solicitando que o problema seja resolvido o mais rápido possível e aguarda providência. Até agora foram vacinados 70% do público-alvo (profissionais da Educação das redes municipal, estadual e particular)”.

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo diz que o processo de cadastramento segue operando, “porém, os QRCodes não são gerados de maneira imediata após o cadastro, por isso é preciso acompanhar o e-mail ou gerar o comprovante direto no Vacina Já”.

VISITA
A Comissão de Representação e Acompanhamento do Plano Estadual de Imunização contra a Covid-19 de Santa Bárbara, na companhia do vice-prefeito Felipe Sanches, visitou a Emefei Professora Antônia Dagmar Rosolen, na Vila Sartori, e o CIEP Dom Eduardo Koaik, no Planalto do Sol II, onde está sendo realizada a vacinação contra o coronavírus.

Também fazem parte da comissão os vereadores Nilson Araújo (PSD) e Bachin Jr. (MDB). Ao observar o trabalho, a comissão constatou que “a vacinação está ocorrendo de maneira mais rápida e organizada, com mais tranquilidade para os profissionais de saúde que atendem à população, ao contrário do que foi visto nas UBSs, onde havia aglomeração”. 

A comissão solicitou via ofício uma nova reunião com a secretária de Saúde, Lucimeire Rocha, para tratar do problema da vacinação dos profissionais da Educação e pedir mais pontos de imunização na cidade, além da desinfecção das unidades de ensino utilizadas como pontos de vacinação.

Publicidade