Tarifa do transporte sobe para R$ 4,40 a partir de amanhã

Aumento representa um reajuste de 10% sobre o valor atual e foi autorizado pelo prefeito Denis Andia (PV) após parecer técnico


Foto: Prefeitura de S.Bárbara / Divulgação
O último reajuste no preço da tarifa de ônibus em Santa Bárbara ocorreu em julho do ano passado

A partir da zero hora de amanhã, a tarifa do transporte coletivo urbano de Santa Bárbara d’Oeste passa a custar R$ 4,40. O aumento representa um reajuste de 10% sobre o valor atual e foi autorizado pelo prefeito Denis Andia (PV) após parecer técnico da Diretoria de Gestão de Transporte Municipal e análise da Comissão Tarifária.

Em nota divulgada no início da noite desta sexta-feira, a prefeitura justifica o aumento informando que ele restabelece o equilíbrio econômico e financeiro do contrato com a Sertran-NovaVia, concessionária responsável pelo serviço no município. Segundo o poder público, a revisão anual da tarifa está prevista no edital da concorrência que culminou na contratação da empresa.

O último reajuste no preço da tarifa ocorreu em julho de 2018, quando o preço da passagem saltou de R$ 3,80 para R$ 4,00. A frota do transporte coletivo urbano de Santa Bárbara d’Oeste é composta por 32 ônibus adaptados para o embarque de pessoas com deficiência. A capacidade de passageiros em cada veículo varia de 36 a 39 lugares.

O sistema oferece o Cartão Integração, que dá direito ao passageiro de utilizar quantos ônibus forem necessários para chegar ao seu destino. Aos sábados, o embarque é gratuito para os usuários que possuem o bilhete eletrônico.

CONCESSÃO. A Sertran NovaVia iniciou as operações no município em dezembro de 2013. O prazo de concessão dos serviços é de 20 anos, a contar da assinatura do contrato. Prevista para acontecer nos dois primeiros anos de vigência, a instalação de abrigos em 200 pontos de ônibus da cidade ainda não foi concluída pela concessionária.

Em resposta de abril deste ano a requerimento apresentado pelo vereador Isac Sorrilo (DEM), o secretário Municipal de Governo, Rodrigo Maiello, informa que desde que a Sertran começou a explorar o transporte coletivo urbano no município foram instalados 98 abrigos, menos de 50% do número previsto no contrato.

No mesmo ofício, Maiello informa ao vereador do DEM que a concessionária concluirá a instalação dos 102 abrigos restantes – totalizando os 200 previstos no contrato assinado com o poder público – num período de oito meses. Esse prazo termina em dezembro deste ano.

Além da instalação das coberturas nos pontos de ônibus do município, o contrato também atribui à concessionária a responsabilidade pela conservação e manutenção dos abrigos.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora