30 de maio de 2020 Atualizado 21:21

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

CRIME TRIBUTÁRIO

PMR apreende R$ 330 mil em equipamentos eletrônicos em Santa Bárbara

Mercadoria foi encontrada dentro de um ônibus na Rodovia dos Bandeirantes; três pessoas foram indiciadas, mas acabaram liberadas

Por Rodrigo Alonso

08 Maio 2020 às 19:19 • Última atualização 08 Maio 2020 às 19:23

A PMR (Polícia Militar Rodoviária) apreendeu nesta sexta-feira (8), em Santa Bárbara d’Oeste, equipamentos eletrônicos que, somados, valem pelo menos R$ 330 mil.

Militares encontraram os produtos em um ônibus de turismo que transitava pela Rodovia dos Bandeirantes (SP-348). Três pessoas foram indiciadas por crime tributário e, depois, liberadas pela PF (Polícia Federal).

Militares apreenderam smartphones, câmeras fotográficas e acessórios – Foto: Divulgação / Polícia Militar Rodoviária

A PMR parou o veículo durante patrulhamento, no quilômetro 134 da pista sentido capital, por volta das 8 horas. Em contato com a equipe, o motorista disse que vinha de Foz do Iguaçu (PR), havia desembarcado passageiros em Olímpia e dirigia com destino a São Paulo.

No entanto, em vistoria realizada no ônibus, os militares acharam 14 smartphones, 30 câmeras fotográficas, 11 lentes fotográficas, 28 kits de acessórios para câmeras, 325 memórias DDR, 98 HDs externos, 328 memórias RAM e 25 pacotes com embalagens de papelão. Tudo estava guardado em dez bagagens.

Ao fazer uma pesquisa no mercado brasileiro, a PMR constatou que a mercadoria ultrapassa o valor de R$ 330 mil. A equipe identificou três adultos e uma menor de idade como detentores dos equipamentos.

Inicialmente, os militares apresentaram a ocorrência no 1º DP (Distrito Policial) de Santa Bárbara, onde o delegado responsável avaliou que se trata de um assunto federal. Diante da situação, a PMR levou o caso para a Delegacia da Polícia Federal de Piracicaba.

Os adultos acabaram indiciados pelo crime de descaminho, que, segundo o Código Penal, consiste em “iludir, no todo ou em parte, o pagamento de direito ou imposto devido pela entrada, pela saída ou pelo consumo de mercadoria”. Todos, porém, vão responder ao processo em liberdade.

A mercadoria ficou apreendida. Todas as informações são da PMR.