27 de maio de 2022 Atualizado 13:27

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Velocidade

Prefeitura vai retirar radares da Abdo Najar e Ivo Macris para fiscalizar Florindo Cibin

Administração vai adotar a medida para poder instalar equipamentos de monitoramento de velocidade na Rua Florindo Cibin

Por Maria Eduarda Gazzetta

26 Janeiro 2022, às 11h07 • Última atualização 26 Janeiro 2022, às 11h10

Após anunciar a instalação de um radar para monitorar o excesso de velocidade na Rua Florindo Cibin, a Prefeitura de Americana informou que serão retirados dois equipamentos que atualmente estão em funcionamento na Rodovia Ivo Macris e na Avenida Abdo Najar.

São esses radares que serão instalados na Florindo Cibin. A previsão é que a instalação dos equipamentos na via aconteça antes do fim de semana.

Segundo a prefeitura, a Abdo Najar ainda deve ter um ponto de monitoramento. Já a Ivo Macris está sem o aparelho em função de uma reforma na via e o objetivo é instalar um radar depois de concluída a obra.

Reclamação

O trecho que receberá radar na Florindo Cibin é alvo de reclamações de moradores, conforme mostrado pelo LIBERAL em outubro do ano passado.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

De acordo com relatos, o problema começou em novembro de 2020 quando a prefeitura entregou a transposição do córrego da Gruta Dainese, que interliga os bairros Morada do Sol e Parque da Liberdade, por meio de um novo trecho na rua, uma das maiores de Americana.

Desde então, moradores da rua reclamam da alta velocidade que os veículos trafegam pela via, principalmente em horário considerado de pico. Eles dizem ter feito um abaixo-assinado e registrado protocolos junto à prefeitura para possível instalação de lombadas ou radares na via.

De acordo com o secretário adjunto da Utransv (Unidade de Transporte e Sistema Viário), Pedro Peol, os radares serão implantados após estudos realizados no local e em atendimento às reivindicações dos moradores.

“A intervenção neste caso é necessária para coibir os abusos, pois é uma descida bastante acentuada e requer muita atenção dos motoristas e pedestres, além do respeito às leis de trânsito”, explicou.

Publicidade