Pedreiro é preso por agredir a companheira em Americana

A mulher disse que foi agredida com socos na cabeça e chutes nas pernas e, além disso, teria sido ameaçada de morte caso denunciasse o companheiro


Um pedreiro de 48 anos foi preso nesta quarta-feira (7), após ter sido acusado de agredir a sua companheira, uma atendente de 35 anos, durante uma briga na casa deles, que fica na Rua do Mico Leão, na Vila Redher, em Americana.

De acordo informações do boletim de ocorrência, a PM (Polícia Militar) foi chamada para atender a uma ocorrência de desinteligência familiar e, ao chegar ao endereço, encontrou a mulher na frente do imóvel. Ela disse que foi agredida com socos na cabeça e chutes nas pernas e, além disso, teria sido ameaçada de morte caso denunciasse o companheiro.

O pedreiro estava dentro da casa e quando foi abordado pela PM, disse que houve uma discussão, mas negou que tenha agredido a mulher.

O casal foi levado para a CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Americana e a mulher, posteriormente, foi levada para o Hospital Municipal Doutor Waldemar Tebaldi, onde foi constatado que ela foi vítima de lesão corporal.

Dessa forma, o homem foi preso em flagrante e vai responder por violência doméstica, lesão corporal e ameaça. O caso será encaminhado para a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora