27 de fevereiro de 2024 Atualizado 09:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

NOTÍCIAS QUE INSPIRAM

Mães se unem para criar brinquedoteca comunitária em condomínio de Americana

Ideia foi colocada em prática em pouco tempo e hoje faz a alegria das crianças em prédio do bairro São Domingos

Por Jucimara Lima

27 de novembro de 2023, às 07h27 • Última atualização em 27 de novembro de 2023, às 07h28

Famílias do condomínio durante a “inauguração” da brinquedoteca - Foto: Divulgação

Unidas pelo desejo de fazer a diferença na vida dos filhos e da comunidade, um grupo de mães do Condomínio Carlos Gomes, no São Domingos, em Americana, teve a ideia de transformar um espaço ocioso em uma brinquedoteca comunitária.

Em pouco mais de um mês, o espaço que antes pouco servia se transformou em um ambiente lúdico, alegre e muito convidativo. A inauguração do espaço aconteceu no feriado do dia 15 de novembro, que apesar de não ser Dia das Crianças, deixou os pequenos tão felizes como se fosse.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

“Nós arrumamos a sala na noite anterior e fechamos. Colocamos balões coloridos na porta e as crianças ficaram ansiosas pelo momento. Quando elas viram o resultado ficaram muito felizes”, relata a professora Melina Roberto Rovina Franzin, de 37 anos, mãe de Clara (11 anos), Álvaro (9), Vicente (4) e Luís (5 meses).

Moradora do condomínio há mais de 12 anos, ela conta que o projeto só saiu do campo das ideias porque além do grupo de mães formado por sete pessoas, muitos moradores colaboraram.

Com o novo espaço, agora, Melina sabe que tem um lugar para os filhos brincarem com mais segurança – Foto: Marcelo Rocha/Liberal

“As pessoas começaram a nos procurar para doar coisas como lápis de cor e brinquedos. Tudo que tem aqui é doação. Além disso, fizemos uma vaquinha entre os vizinhos e levantamos quase R$ 600. Com esse dinheiro compramos piscininha de bolinhas, mesinhas e tintas para pintar as paredes”, conta.

Para a educadora física, Daniela Teixeira, de 37 anos, mãe de Lívia (4) e Benício (1), a ação foi importante em vários sentidos.

“Foi muito gratificante ver todos no condomínio se mobilizando, se unindo, se ajudando e participando. Ver meus filhos animados, ajudando a construir a piscina de bolinhas e a pintando as cadeiras e mesinhas com os amiguinhos do condomínio foi incrível”, contou.

Brinquedoteca construída por moradores em condomínio de Americana – Foto: Marcelo Rocha/Liberal

Daniela explicou que além disso, a ação gerou outros resultados. “Me aproximei bastante de algumas mães do condomínio e inclusive, não conhecia o trabalho da Marília pintora, artista. Como super apoio mães empreendedoras e artistas, depois de ver a obra de arte que ela fez, contratei ela para fazer a pintura e decoração no quarto dos meus filhos, e também ficaram fantásticos”.

Colorindo com alegria

Falando na pintura das paredes, cada detalhe foi pensado para encantar. Desenvolvido pela artista Marília Gimenez, de 39 anos, moradora e mãe de Antonela (3), o espaço ficou melhor do que o esperado.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

“Nossos filhos são projetos de Deus e ter um espaço em que a gente possa brincar com eles, tê-los por perto é ótimo. Costumo brincar que a gente deixa de ter só aquele encontro de sorriso de elevador, porque a brinquedoteca proporcionou para nós esse encontro de não só unir desejos, mas também de trazer esse momento prazeroso de interação, comunhão e de socialização”, disse.

Segundo ela, a inspiração para pintar as paredes foi a alegria das crianças. “A arte em parede traz vida para tudo. Aquilo que era cinza, que não tinha alegria, se transforma com as cores, que por sua vez, possuem a capacidade de trazer luz, vida, além de mudar a energia do ambiente”, explica.

Brinquedoteca construída por moradores em condomínio de Americana – Foto: Marcelo Rocha/Liberal

Para esse trabalho, Marília contou com uma ajuda mais que especial de Clara, filha de Melina. “Partilhar esses momentos com a Clara foi muito gostoso, porque mostrar para nossas crianças que elas são importantes e dar para elas espaço para entenderem que são capazes, resultará no futuro que a gente precisa”, reflete.

Para Melina, a participação da filha foi muito especial e inspirou a garota. “Ela se sentiu importante e agora só pensa em pintar parede”, diverte-se.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região.

Para inspirar

A reportagem do LIBERAL tomou conhecimento desta história justamente porque as mães a compartilharam com a editoria Notícias Que Inspiram.

“Gostaríamos que outras pessoas se inspirassem, porque afinal, foi uma ideia que uniu o trabalho de todo mundo e no fim foi tão rápido e fácil, para uma diferença tão grande que fez no dia a dia da gente, que eu acho que vale sim a pena. Acreditem, as pessoas ajudam e as coisas acontecem”, finaliza Melina.

SUGIRA E COLABORE
Se você conhece uma boa história que todo mundo merece saber, conte para a gente. Ela pode virar uma reportagem no LIBERAL.

Publicidade