25 de setembro de 2021 Atualizado 19:07

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

EDUCAÇÃO

Estado vai implantar ensino integral em 23 escolas de Americana e Santa Bárbara

Lista foi divulgada nesta terça-feira pelo governo estadual; são 14 escolas em Americana, nove em Santa Bárbara e uma em Nova Odessa

Por João Colosalle

13 jul 2021 às 11:53 • Última atualização 13 jul 2021 às 12:01

O governo estadual confirmou nesta terça-feira (13) que vai implantar o ensino integral em 23 escolas de Americana e Santa Bárbara d’Oeste (veja a lista abaixo) a partir de 2022.

Em Nova Odessa, que também integra a Diretoria Regional de Ensino de Americana, uma escola passará a adotar o formato. Nas cidades de Sumaré e Hortolândia, também haverá mudanças.

O anúncio da expansão do chamado PEI (Programa de Ensino Integral) foi feito na segunda-feira (12), pelo governador João Doria e pelo secretário estadual de Educação, Rossieli Soares.

No total, foram incluídas no formato 778 escolas da rede do Estado, de 118 cidades. Com isso, São Paulo passa a ter 1.855 escolas de ensino integral.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Veja a lista das escolas que passarão ao ensino integral em Americana, Santa Bárbara e Nova Odessa:

Americana

  • Profa. Anna Maria Lucia de Nardo Moraes Barros – Jardim Brasil
  • Profa. Antonieta Ghizini Lenhare – Jardim Brasília
  • Profa. Delmira de Oliveira Lopes – Mathiensen
  • Maestro Germano Benencase – Jardim Alvorada
  • Dr. João de Castro Goncalves – Conserva
  • Prof. João Solidário Pedroso – São Manoel
  • Monsenhor Magi – Jardim São Paulo
  • Prof. Marcelino Tombi – São Roque
  • Profa. Maura Arruda Guidolin – Campo Limpo
  • Profa. Leny Apparecida Pagotto Boer – Jardim Boer
  • Profa. Maria Lucia Padovani de Oliveira – Chácara Letônia
  • São Vicente de Paulo – Jardim Paraíso
  • Profa. Sebastiana Paie Rodella – Parque da Liberdade
  • Prof. Wilson Camargo – Parque das Nações

Santa Bárbara

  • Profa. Alcheste de Godoy Andia – Jardim Pérola
  • Prof. Antonio de Arruda Ribeiro – Jardim Industrial
  • Prof. Attílio Dextro – Jardim dos Cedros
  • Prof. Eduardo Silva – Planalto do Sol
  • Prof. Inocêncio Maia – Centro
  • Prof. Juvelina de Oliveira Rodrigues – Jardim Paulista
  • Prof. Laura Emmie Pyles – São Fernando
  • Coronel Luiz Alves – Vila Siqueira Campos
  • Prof. Luzia Baruque Kirche – Roberto Romano

Nova Odessa

  • Dr. João Thienne – Centro

“Os resultados que alcançamos ao longo de dois anos e meio nos permitem hoje fazer esse anúncio de grande importância. Isso é uma vitória da educação. Tempo integral para tudo: para o aconchego, o ensino, o estudo, a alimentação e formação de uma nova geração de brasileiros”, disse Doria.

A expectativa da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo é beneficiar 387,3 mil novos estudantes de ensino fundamental e ensino médio.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Com as novas adesões, o PEI estará presente em 427 municípios paulistas, em todas as regiões do estado. Atualmente, são 437 mil estudantes atendidos em 1.077 escolas, de 309 cidades.

Sobre o ensino integral

Criado em 2012, “o PEI potencializa a melhoria da aprendizagem e o desenvolvimento integral dos estudantes, nas dimensões intelectual, física, socioemocional e cultural, por meio de um modelo pedagógico articulado a um modelo de gestão”, defende o Estado.

São trabalhadas práticas pedagógicas, como tutoria, nivelamento, protagonismo juvenil com clubes juvenis e líderes de turma, além de componentes curriculares específicos, como orientação de estudos e práticas experimentais, que potencializam a formação integral do estudante a partir do seu projeto de vida. O segundo permite o planejamento, desenvolvimento e acompanhamento das ações pedagógicas, de maneira estruturada.

Publicidade