04 de junho de 2020 Atualizado 20:07

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

QUARENTENA

Acidentes com feridos diminuem 72% em Americana

Dados foram fornecidos pela Polícia Militar ao LIBERAL com base nos registros da Polícia Civil; houve 20 casos em abril

Por George Aravanis

14 Maio 2020 às 08:58 • Última atualização 14 Maio 2020 às 09:46

O número de acidentes de trânsito com feridos caiu 72,2% em Americana em abril, primeiro mês fechado da quarentena decretada em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Os dados foram fornecidos pela PM (Polícia Militar) ao LIBERAL, com base nos registros da Polícia Civil.

Houve 20 casos de lesão corporal culposa por acidente de trânsito em abril deste ano, segundo os números informados pela PM – no mesmo mês do ano passado, foram 72, de acordo com as estatísticas da SSP (Secretaria Estadual de Segurança Pública), disponibilizadas no site da pasta. Os dados da PM ainda não foram consolidados pela SSP, que os divulga todo dia 25.

Apesar de serem referentes ao mês inteiro, pode haver divergências em relação ao número final. Por exemplo, uma pessoa que se envolveu em um acidente de trânsito em abril, ficou ferida, mas não chamou a polícia na hora e só registrou o boletim de ocorrência no mês de maio.

Cada episódio de lesão corporal culposa por acidente de trânsito pode representar mais de um ferido, já que, se um mesmo acidente feriu duas pessoas, por exemplo, é registrado apenas um boletim de ocorrência.

Trânsito na Avenida Abdo Najar: menos pessoas na rua e menos acidentes – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal_11.5.2020

Para o capitão Antonio Carlos Rugero Filho, comandante da 1ª Companhia da PM em Americana, os números de abril já são um reflexo da redução de circulação de pessoas. O Estado está em quarentena desde o dia 24 de março, quando passaram a valer as restrições às atividades comerciais em São Paulo decretadas pelo governador João Doria (PSDB).

Desde então, o governo começou a monitorar o isolamento social nas cidades por meio dos telefones celulares e a recomendação é que as pessoas só saiam se for inevitável.

Presidente do Conseg (Conselho de Segurança) de Americana, João Miletta também atribui a queda ao distanciamento. “Com menos pessoas na rua, menos problema, de trânsito, de furto”, afirmou Miletta.

Em março deste ano, por exemplo, mês que não foi inteiramente afetado pela pandemia, houve 39 registros de lesão corporal culposa por acidente de trânsito, quase o dobro do registrado no mês passado.

Podcast Além da Capa
A quarentena decretada no Estado de São Paulo para combater a proliferação da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) completa 50 dias nesta semana. Com as restrições impostas, muitas pessoas tiveram a rotina, hábitos e até o convívio familiar alterado. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com o repórter André Rossi, que ouviu moradores da região para entender como a pandemia mudou a dinâmica de suas vidas.