Senado derruba veto ao BPC e governo já conta com derrota no Congresso


O Congresso caminha para derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro ao projeto que aumenta o limite de renda familiar para acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC). Senadores decidiram contrariamente à decisão do presidente por 45 a 14 votos. Agora, para que o veto caia, a Câmara precisa votar pela sua derrubada também.

A equipe econômica do governo, por sua vez, já como certa a derrota. O governo vê risco de impacto superior a R$ 20 bilhões em 2020 com a queda do veto, num momento de perspectiva de piora da economia e de bloqueio de recursos no Orçamento. Um gasto obrigatório maior pode agravar situação.

A votação dos vetos acontece em um momento em que boa parte das atenções do Congresso está voltada à Comissão Mista de Orçamento que, excepcionalmente nesta quarta, funciona em paralelo ao plenário. Isso para que os projetos do Executivo que regulamentam o Orçamento impositivo seja votado.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora