07 de agosto de 2020 Atualizado 14:50

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Mundo

Boris Johnson viaja para Omã após morte de sultão

Por Agência Estado

12 jan 2020 às 09:45 • Última atualização 12 jan 2020 às 10:15

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, chegou a Muscat, em Omã, na manhã deste domingo para participar do primeiro de três dias de condolências oficiais após a morte do sultão Habo Qaboos bin Said al Said. A cerimônia é liderada pelo novo sultão, Haitham bin Tariq Al Said, com quem o premiê britânico se reunirá.

A previsão é que Johnson vá à cerimônia no Palácio Al Alam, ao lado do príncipe de Gales, do ministro de Defesa e do Chefe do Estado-Maior. O primeiro-ministro se encontrou com Said quando era ministro de Relações Exteriores em dezembro de 2017 e em janeiro de 2018. O Reino Unido e Omã têm um relacionamento bilateral amplo e de mais de 200 anos.

“Nossos países têm laços econômicos profundos e interesses compartilhados de defesa e segurança. Existem fortes laços entre nossos cidadãos em áreas como educação e artes”, mencionou um comunicado de Downing Street, sede oficial do governo britânico, enviado à imprensa.

“O Reino Unido também coopera estreitamente com Omã em questões regionais, trabalhando juntos para enfrentar desafios compartilhados e promover a paz e a estabilidade”, continuou a nota. Após ter conhecimento da morte do sultão, Johnson declarou ontem estar profundamente triste com a notícia. “Ele era um líder excepcionalmente sábio e respeitado, que fará muita falta. Será lembrado por sua devoção ao desenvolvimento de Omã em uma nação estável e próspera, e como o pai da nação que procurou melhorar a vida do povo Omã.”