02 de junho de 2020 Atualizado 13:16

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Economia

Previ adia apresentação de dados em Brasília e no Rio em função do coronavírus

Por Agência Estado

13 mar 2020 às 16:59 • Última atualização 13 mar 2020 às 17:33

Com R$ 215,5 bilhões em ativos totais e cerca de 200 mil associados, o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, a Previ, adiou a apresentação de seus resultados de 2019 em Brasília, nesta sexta-feira, 13, e no Rio de Janeiro, na próxima segunda-feira. Os eventos foram cancelados devido à pandemia de coronavírus.

“As orientações do Ministério da Saúde especificam que aglomerações devem ser evitadas. O cancelamento reflete o cuidado da Previ com seus associados”, diz em comunicado a instituição.

A nova data de prestação de contas ainda não foi definida.

No ano passado o plano o Plano 1 da Previ, de benefício definido, teve resultado acumulado de R$ 2,38 bilhões e terminou o ano com R$ 196,1 bilhões em ativos totais.

O resultado do plano foi positivo em R$ 968,32 milhões, com uma rentabilidade dos investimentos de 10,55%, superior à meta atuarial de 9,71%.

A revisão das premissas atuariais gerou um impacto de R$ 5,11 bilhões, o que levou o resultado do exercício a ficar deficitário em R$ 4,15 bilhões.

Já a rentabilidade acumulada do Previ Futuro, plano de contribuição variável, foi de 20,12% em 2019, mais do que o dobro do índice de referência.

O plano terminou o ano com R$ 19,4 bilhões em ativos totais e 85.171 associados – desses, 97,4% estão na ativa.