06 de junho de 2020 Atualizado 11:17

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Doria: não podemos ter interrupção logística e nem de ônibus, apesar das pressões

Por Agência Estado

19 mar 2020 às 13:36 • Última atualização 19 mar 2020 às 15:18

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que não fará a suspensão dos setores de transporte e logística no Estado. “Não podemos ter a interrupção de logística nem de acesso, portos, aeroportos e estradas, apesar das pressões”, disse. “Aeroportos, portos e estradas não só transportam agentes de segurança e de saúde como também pacientes, medicamentos e alimentos”. “A medida não é adequada para salvaguardar vidas”, reforçou.

Doria criticou a decisão de prefeitos da região do ABC paulista de suspender parte das linhas de ônibus da região que disse ser uma “medida precipitada”. Segundo o tucano, a orientação é para que os serviços sigam funcionando de forma “higienizada e ordenada”. Em conversa com o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), Doria garantiu que o serviço de ônibus e metrô deva continuar sendo ofertado na capital paulista.

Segundo o governador, o apelo vale para todos os prefeitos do Estado de São Paulo e para os “colegas governadores”. Doria ainda ressalvou: “não respondemos no plano federal, mas (o ministro da Infraestrutura) Tarcísio de Freitas tem sido um bom ministro e um bom colaborador incluindo esse período de dificuldades”. “(Tarcísio) atuou prontamente para que o Porto de Santos não fosse fechado. Fechar o maior porto do País seria um desastre”, afirmou.