16 de abril de 2024 Atualizado 17:02

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Risco ambiental

Braskem cancela participação na COP-28 diante de chance de colapso de mina em Maceió

Empresa diz que questão sobre a capital alagoana poderia interferir no foco das discussões climáticas

Por Agência Estado

05 de dezembro de 2023, às 07h41 • Última atualização em 05 de dezembro de 2023, às 08h24

A Braskem cancelou, na segunda-feira, 4, a sua participação na Conferência das Nações Unidas Sobre Mudança Climática (COP-28). O motivo é a situação de emergência decretada em Maceió e os alertas para o risco de colapso de uma mina da petroquímica na capital de Alagoas.

“Nos últimos dias, diante do agravamento da crise de Maceió, achou melhor cancelar sua participação nos painéis para evitar que o assunto sobrepujasse quaisquer outras discussões técnicas, dificultando eventuais contribuições que a empresa pudesse oferecer”, diz o comunicado da Braskem sobre a conferência que ocorre em Dubai.

Imóvel em bairro que precisou ser desocupado em Maceió – Foto: Gésio Passos / Agência Brasil

Ainda segundo a petroquímica, a “Braskem está acompanhando a COP e todas as discussões sobre mudanças climáticas, uma vez que tem metas de redução de emissões de gases de efeito estufa e de crescimento com produtos mais sustentáveis, entre eles bioprodutos e produtos com conteúdo reciclado”.

Na segunda-feira, a Defesa Civil de Maceió voltou a detectar um aumento de velocidade da abertura da mina 18, depois de uma sequência de dias em que se apontou a desaceleração no ritmo do afundamento do solo.

O boletim mais recente divulgado pelo órgão indica que a velocidade, na noite da segunda-feira, era de 0,26 cm por hora, um pequeno aumento em comparação ao registrado no período da manhã: 0,25 cm por hora. O deslocamento vertical acumulado da mina é de 1,80 metro.

Publicidade