30 de maio de 2020 Atualizado 19:31

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Casa

Todo aconchego e charme das lareiras

A gás, portátil a álcool, tradicional com chaminé: lareiras estão de volta aos projetos arquitetônicos de alto padrão, valorizando a decoração

Por Leslie Cia Silveira

20 jan 2020 às 08:37

Seja em ambientes clássicos, modernos ou despojados, as lareiras estão de volta aos projetos residenciais conferindo charme e aconchego à sala de estar ou living. “É sempre uma delícia ter sala com uma lareira para tomar aquele vinho gostoso no final do dia ou mesmo que seja para apreciar as chamas numa reuniãozinha entre família e amigos”, observa o arquiteto André Zazeri.

Alguns critérios devem ser observados para definir o melhor lugar para instalar a lareira. “Quando penso no local ideal idealizo o layout de mobiliário antes para testar as possíveis disposições. A lareira a gás ajuda bastante no layout, pois não precisa de um sistema de exaustão para a mesma, somente a calha interna e o ponto de gás pré-definido”, explica o arquiteto.

Sobre a escolha do tipo de lareira, Fernanda Marchette cita que é preciso estar atento a alguns fatores.

“Hoje temos um leque grande de opções de lareiras. Temos que tentar entender o que o cliente está buscando”, diz a arquiteta. Se a casa é clássica, por exemplo, a lareira irá acompanhar o estilo e a decoração para criar um ambiente harmônico. O mesmo vale para modelos mais rústicos ou modernos, lareiras embutidas ou suspensas.

No caso da lareira com chaminé é preciso adotar medidas que evitem o retorno da fumaça para o interior do ambiente, instalando um duto. Em relação à lareira a gás, Fernanda lembra que é tendência usá-la próximo à televisão, “mas é preciso ter cuidado com o superaquecimento da tevê, que pode ser danificada”.

As lareiras portáteis a álcool são uma boa opção, pois funcionam com um sistema bem mais simples. Nos modelos a gás natural encanado, a altura da chama pode ser ajustada por controle remoto e ser integrada ao circuito de automação. O sensor de oxigênio corta o gás em caso de emergência.

A arquiteta Elaine Massuco chama a atenção para o momento da compra da lareira a gás, um dos modelos mais usados nos projetos arquitetônicos.

“É muito importante que a pessoa entre em contato com o fabricante ou com a loja para saber como tem que ser a infraestrutura. É necessário um ponto de gás, uma tomada para acionamento do controle remoto, além de um nicho onde será encaixada com as medidas específicas para que o calor do fogo não danifique nada que esteja próximo à lareira”, ressalta.

Elaine também lembra que é necessário deixar um espaço livre em cima da lareira para colocar um objeto decorativo, televisão, prateleira ou fazer o fechamento da parede. Existe um tamanho e modelo adequados de lareira para cada ambiente.