24 de novembro de 2020 Atualizado 23:04

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Europa

Portugal é o terceiro país mais pacífico do mundo

Segundo o Índice Global da Paz de 2020 (GPI), o país só fica atrás de Islândia e Nova Zelândia

Por Dino Divulgador de Notícias

11 out 2020 às 08:51 • Última atualização 11 out 2020 às 08:53

Não é segredo para ninguém que Portugal nos últimos anos tem se tornado um País cada vez mais seguro e pacífico, tanto para seus habitantes, quanto para as dezenas de milhares de turistas que o visitam todos os anos.
Segundo o Índice Global da Paz de 2020 (GPI), Portugal foi considerado o País mais seguro da União Europeia, ficando atrás apenas da Islândia e da Nova Zelândia.

Em 2014 o País ocupava o 18º lugar, mas segundo Eduardo Cabrita, ministro da administração interna, ‘os passos significativos que o país tem dado nos últimos anos em matéria de segurança tem permitido a diminuição da criminalidade e consequentemente a subida gradual e consolidada no ranking.’

De norte a sul de Portugal, há lugares para conhecer e se surpreender com as belezas da região – Foto: Divulgação

O GPI classifica 163 estados e territórios independentes e cobre 99,7% da população mundial. A pontuação de cada país é atribuída em relação a conflitos internos e externos, segurança e militarização, além de mais 23 outros indicadores.

De acordo com os resultados obtidos com o relatório, o mundo ficou menos seguro pela 9º vez nos últimos 12 anos, com o nível médio da paz caindo 0,34% em relação ao ano anterior. Enquanto que o sentimento de segurança melhorou em 81 países e piorou em 80.

Em última posição está a Síria, como país menos pacífico, seguido do Afeganistão e Iraque, países onde o conflito armado é constante.

TURISMO EM PORTUGAL
Graças a qualidade ambiental, segurança, estilo de vida e grande variedade de pontos turísticos, Portugal foi considerado como um dos países mais acessíveis para turismo da Europa.

Além de possuir uma gastronomia ímpar, o povo português é conhecido pela sua hospitalidade e pelo respeito com que trata os turistas.
De norte a sul de Portugal, há lugares para conhecer e se surpreender com as belezas da região. Desde praias localizadas no Algarve (extremo Sul), até as aldeias históricas em Bragança (Norte), que facilmente levam os visitantes ao passado.

Por ser um País pequeno (567 km de extensão) possibilita viagens seguras de carro onde o turista consegue ter a real experiência dos costumes e tradição de cada canto da ‘terrinha’.

Morar em Portugal

Nos últimos anos o País tem se tornando um dos principais destinos para brasileiros que querem morar fora. Seja por questões de melhor qualidade de vida, tranquilidade, segurança, estudo ou trabalho.

Com a facilidade da língua e o clima relativamente parecido com o Brasil, mudar para o País é um sonho cada vez mais almejado pelo público brasileiro.

No início do ano de 2020, Portugal passou por uma inevitável mudança causada pela COVID-19, que sem dúvidas alterou todo o cenário mundial. Portugal por sua vez, encarou o problema de forma consciente e concisa, medidas essas que fizeram com que o país fosse um dos menos atingidos da Europa, e o primeiro a receber o selo Safe Travel.

Existem basicamente duas formas para viver legalmente em Portugal. A primeira delas é possuir um visto válido, seja de trabalho, estudo, aposentado e outros. Já a segunda forma, e que sem dúvidas proporciona maior facilidade, é se tornar um cidadão português, ou seja, solicitar a cidadania portuguesa.

Quem possui familiar português em linha direta (pai, avô, bisavô) ou mesmo vem a se casar com um cidadão português, de modo geral, terá direito a solicitar sua dupla cidadania.

Fonte: Cidadania Já

Publicidade