27 de maio de 2022 Atualizado 20:45

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Turismo

18 sobrevoos inesquecíveis

Pela janelinha do avião podemos presenciar cenários inacreditáveis e memoráveis

Por Rafael Castilho / Melhores Destinos

10 Janeiro 2022, às 07h40 • Última atualização 10 Janeiro 2022, às 07h41

Uma viagem de avião pode gerar gratas surpresas. Não só por estar te levando para um destino incrível ou para as férias tão sonhadas. Podemos conhecer outros lugares sem sair de nossas poltronas. Antes de conhecê-los já fica aqui uma dica: antes de viajar pesquise um pouco a rota aérea e veja por quais paisagens maravilhosas o avião irá cruzar.

A confecção de listas sempre é polêmica. Com certeza muitos sobrevoos incríveis foram deixados de lado. Se você é um aficcionado por viagens aéreas, como eu, com certeza qualquer destino avistado de uma janelinha é maravilhoso. Sobrevoar a Floresta Amazônica, o Deserto de Gobi, as ilhas gregas, o Canal do Panamá, as grandes cidades como São Paulo, Tóquio e Cidade do México, tudo tem seu encanto.

Fernando de Noronha

Fernando de Noronha é formado por 21 ilhas e praias que fazem parte da lista das mais belas do mundo. Avistar da janelinha a Praia do Sancho e sua formação rochosa não tem preço. O arquipélago é um paraíso natural a poucos minutos de voo do Nordeste.

Maldivas

As Maldivas fazem parte do sonho de muito viajante e sobrevoar este lugar já pode contar como parte desta realização. Avistar as centenas de ilhas envoltas por um mar azul turquesa é algo indescritível. Não há como não se apaixonar.

Los Roques

Para sobrevoar ilhas paradisíacas não precisamos ir muito longe. Na costa venezuelana fica Los Roques descrito assim por nossa editora de destinos Monique Renne: “É um lugar de beleza intensa, repleto de vida e cenários espetaculares. O mar escuro e profundo de uma hora para outra se transforma em uma imensa piscina com infinitos tons entre azul e verde”.

San Andres – Foto: Divulgação

San Andrés

Vem do Caribe outro maravilhoso sobrevoo. San Andrés é famoso pelo seu mar de sete cores e, apesar de parecer apenas uma frase de efeito, é mesmo um lugar com diversos tons no mar de variações de verde e azul.

Grande Barreira de Coral – Foto: Divulgação

Grande Barreira de Coral

A Grande Barreira de Coral no nordeste da Austrália é gigantesca. São 2.200 km com 2.900 recifes, 600 ilhas continentais e 300 atóis. É tão grande que é possível avistar do espaço, imagina de um avião voando a 10.000 metros de altitude.

Para a brasileira que vive na terra do Canguru, Juliana Lourenço (juliana.lo), é algo maravilhoso. Ainda mais se for possível também sobrevoar as ilhas de Whitsunday, que ficam coladinha à Grande Barreira.

Deserto do Saara – Foto: Divulgação

Deserto do Saara

O maior deserto quente do mundo no norte da África abrange uma área do tamanho do continente europeu e se faz presente em 11 países. A sua imensidão beje e amarelada marcada por dunas e alguns oásis podem ser facilmente avistadas e maravilhadas de voos que cortam esta região do planeta. Para a Bárbara Kappler (babikappler) as paisagens aéreas são lindas e únicas.

Grand Canyon – Estados Unidos

Uma das grandes maravilhas da natureza fica no Estado norte-americano do Arizona. As coloridas formações rochosas do Grand Canyon, com desenhos impressionantes, têm 446 km de extensão e chegam a alcançar 30 km de largura e 1.800 m de profundidade. É tão grandioso que pode ser avistado numa viagem a mais de 10 mil metros de altitude ou em voos especiais que partem com turistas, principalmente, de Las Vegas.

Cordilheira do Himalaia – Foto: Wikimedia Commons

Cordilheira do Himalaia

Sobrevoar o Himalaia é algo surreal. Ver as grandes montanhas e admirar a maior delas o Everest com quase de 9 mil metros de altura. Ver esta grandiosidade não tem como não refletir sobre a força da natureza e como, nós humanos, somos tão pequenos frente a imensidão e beleza do nosso planeta terra.

Cordilheira dos Andes

Quando falamos a um viajante sobre voar até o Chile já salta a memória o voo sobre o Andes. Não dá para esquecer. Os passageiros olham pela janela e admiram a gigantesca Cordilheira com seu tom marrom e seus picos nevados. Na viagem para Santiago é possível avistar até o Aconcágua com seus quase 7 mil metros de altura, pertinho da cidade argentina de Mendoza. A Cordilheira se estende por toda a América do Sul e também pode ser admirada em voos para Bolívia, Peru, Equador e Colômbia.

Alpes

Ao cruzar a Europa você irá se deparar com a imensidão dos Alpes. Pode ser de Munique para Nice ou num voo de Veneza para Paris. Centenas de voos cruzam esta gigantesca massa rochosa de picos nevados todos os dias em viagens, principalmente, sobre a Suíça

Fuji – Foto: Divulgação

Monte Fuji

Um dos símbolos do Japão pode ser avistado durante voos para Tóquio. A vista do Monte Fuji é deslumbrante. O vulcão ativo se sobressai na paisagem com seu cume nevado aos 3.776 metros de altitude.

Nova Zelândia – Foto: Divulgação

Ilha do Sul – Nova Zelândia

Para muitos uma das rotas mais maravilhosas do mundo. Viajar de Auckland para Queenstown praticamente corta totalmente a incrível Ilha Sul da Nova Zelândia. As paisagens são de tirar o fôlego, com Alpes, geleiras, lagos, pequenas cidades, praias… algo que marcará para sempre a sua vida.

Rio de Janeiro – Foto: Pixabay

Rio de Janeiro

A Cidade Maravilhosa ganha um charme a mais quando vista lá de cima. O cenário composto por praias, montanhas e prédios é única. Para mim, uma das mais belas cidades do mundo. É incrível e inesquecível sobrevoar o Rio de Janeiro.

Florianópolis

O Aeroporto de Florianópolis permite o pouso pelas duas cabeceiras de sua pista, que se alternam de acordo com as condições climáticas. O pouso pela cabeceira 14 mostra a Ponte Hercílio Luz e parte da cidade, o que já permitiria figurar nesta lista. Mas o pouso pela cabeceira 32 é ainda mais bonito: o avião vem baixando pelo oceano, de onde se avista a Ilha do Campeche, um dos lugares mais bonitos de Floripa, passa pela Praia do Campeche e logo em seguida toca a pista de pouso.  O nosso editor de promoções, João Goldmeier, morador da ilha, indica: não deixe de pegar um assento na janela quando vier para Floripa.

Nova York – Estados Unidos

Um dos pousos mais fantásticos que permite um sobrevoo incrível é a chegada ao aeroporto La Guardia em Nova York. Da janelinha é possível avistar Long Island, Brooklyn e a ilha de Manhattan. Um voo inesquecível. Aproveite e conheça outros pousos bonitos pelo mundo.

San Francisco – Estados Unidos

A cidade das ladeiras e bondes abriga muitos encantos. Avistar a Baía de San Francisco, o Oceano Pacífico, o antigo presídio de Alcatraz e a maravilhosa Golden Gate lá do alto é algo memorável.

Lisboa – Portugal

O pouso em Lisboa é único. É uma das rotas obrigatórias se você quiser se encantar com maravilhosas paisagens e uma bela vista da cidade. Na aproximação é possível avistar as praias da região de Setúbal, com destaque para as da Serra da Arrábida. Chegando a capital portuguesa é hora de apreciar a vista da Ponte 25 de Abril sobre o Rio Tejo e todo o centro histórico.

Cairo – Egito

Que tal avistar a única maravilha do mundo antigo ainda de pé? Da janelinha do avião é possível avistar as magníficas pirâmides de Gizé durante uma viagem ao Egito. Além dito, o pouso no Cairo é cheio de incríveis paisagens com o verde às margens do Rio Nilo, os edifícios com a mesma tonalidade e o deserto que dá cor bege a grande parte da cidade.

Publicidade