16 de abril de 2024 Atualizado 08:04

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Tecnologia

OCDE afirma que inteligência artificial pode substituir 27% dos empregos dos países do grupo

Organização defende que países precisam agir com políticas que lidem com riscos da inteligência artificial

Por Agência Estado

12 de julho de 2023, às 11h06 • Última atualização em 12 de julho de 2023, às 18h58

Para a Organização, os países estão “à beira de uma revolução da inteligência artificial” - Foto: Image by Freepik

O relatório Inteligência Artificial e Empregos, divulgado nesta terça-feira, 11, pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), aponta que 27% dos empregos dos países da OCDE são de profissões com alto risco de automatização pela inteligência artificial.

No documento, a organização defende que os países precisam agir agora com políticas que lidem com os riscos da inteligência artificial para o mercado de trabalho. “Os governos precisam garantir que a IA sirva para criar mercados de trabalho inclusivos, em vez de prejudicá-los”, diz o relatório.

Para a Organização, os países estão “à beira de uma revolução da inteligência artificial” no mercado de trabalho e é preciso coletar melhores dados sobre o uso da tecnologia para entender quais empregos mudarão, quais serão criados ou desaparecerão e como as habilidades necessárias estão mudando.

A OCDE recomenda que países invistam em treinamento para trabalhadores menos qualificados e para os mais velhos e encorajem empregadores a instruírem seus funcionários sobre habilidades necessárias para a tecnologia. A organização também afirma priorizar a integração da IA à educação.

Publicidade