14 de junho de 2024 Atualizado 14:36

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Zverev faz acordo com ex-namorada e Justiça arquiva acusação de violência doméstica

Por Agência Estado

07 de junho de 2024, às 09h35 • Última atualização em 07 de junho de 2024, às 10h22

Um tribunal de Berlim encerrou nesta sexta-feira o caso de acusação de violência doméstica contra o tenista Alexander Zverev. O atual número quatro do mundo e semifinalista de Roland Garros fez um acordo com sua ex-namorada Brenda Patea, e mãe do seu filho, para encerrar o caso na Justiça.

Zverev havia sido acusado por ela de agressão física após uma briga em maio de 2020, em Berlim. Os procuradores alegavam que ele havia empurrado a então namorada contra a parede e teria tentado estrangulá-la. O tenista nega qualquer agressão a ex-namorada, que é modelo profissional.

No início do caso, Brenda afirmou aos jornais alemães que o atleta tinha frequentes crises de ciúme. “É um homem ciumento. Estava sempre revistando meu telefone e às vezes bastava um simples ‘like’ em uma foto minha para ficar furioso. Sua raiva se converteu em violência física várias vezes”, declarara a modelo.

De acordo com a imprensa alemã, o caso foi encerrado na Justiça assim que os advogados de ambas as partes apresentaram um acordo extrajudicial para “olharem para o futuro”, principalmente em relação à “custódia conjunta do filho (do casal)”.

Pelo acordo, Zverev terá que desembolsar 200 mil euros (cerca de R$ 1,1 milhão), sendo 150 mil euros a serem pagos ao Estado e 50 mil euros direcionados para instituições de caridade.

O caso foi a julgamento na Justiça alemã assim que Zverev contestou uma penalidade imposta pelos tribunais, em outubro do ano passado, que exigia dele o pagamento de 450 mil euros (R$ 2,5 milhões). Este tipo de punição é comum na Alemanha para resolver alguns casos criminais fora dos tribunais.

Dentro de quadra, Zverev vive bom momento no circuito. Em Roland Garros, foi o responsável por eliminar o espanhol Rafael Nadal, lenda do torneio, logo na estreia. Nesta sexta, disputará uma das semifinais, contra o norueguês Casper Ruud, em busca de sua segunda final de Grand Slam na carreira.

Publicidade