30 de maio de 2024 Atualizado 16:46

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

United bate Newcastle e ameniza crise; Chelsea vence e sonha com vaga em torneio europeu

Por Agência Estado

15 de maio de 2024, às 19h18

Com remotas chances de obter uma vaga nos torneios europeus, o Manchester United venceu o Newcastle por 3 a 2, nesta quarta-feira, em pleno Old Trafford, e amenizou a crise que tomou conta do clube nos últimos tempos. Com o resultado, a equipe do técnico Erik Ten Hag chegou aos 57 pontos, igualou a pontuação do seu rival, e aparece na oitava colocação uma abaixo do Newcastle.

O retrospecto recente mostra a fase complicada que o United vem enfrentando. Esta foi apenas a segunda vitória da equipe nas últimas nove rodadas da competição.

Pressionado a jogar no ataque por atuar no Old Trafford, o Manchester United entrou com uma postura mais ofensiva e quase balançou as redes aos nove minutos pelos pés de um brasileiro. Após um rebote na área, Casemiro arriscou uma bicicleta e mandou a bola por cima do travessão. O gol saiu ainda no primeiro tempo. Mainoo recebeu passe de Diallo, fez o giro na área e, com um leve toque, acertou o canto direito: 1 a 0 aos 33 minutos.

A vantagem obtida antes do intervalo, porém, foi desfeita cedo. Aos dois minutos, a defesa do United errou, Murphy executou o cruzamento da direita e Gordon completou: 1 a 1.

O jogo passou a ter mais intensidade e quem ganhou com isso foi a torcida. Isak quase virou o placar ao acertar a trave do Manchester. Mas a resposta do time anfitrião foi letal. Em rebote na entrada da área, Diallo acertou um belo chute e fez 2 a 1 aos 13 minutos. No fim da partida mais dois gols agitaram o confronto. Höjlund, em um chute cruzado, marcou o terceiro. Nos acréscimos Lewis Hall anotou para o Newcastle fechando o duelo em 3 a 2.

Também pelo Campeonato Inglês, o Chelsea visitou o Brighton e venceu o rival por 2 a 1. De olho em uma vaga nos torneios europeus, a equipe depende de uma vitória simples para conquistar seu objetivo.

Diante de um primeiro tempo com mais presença no ataque, o Chelsea balançou a rede ainda nos primeiros 45 minutos. Gallagher achou Cucurella em condições de fazer o cruzamento e a jogada terminou em gol. Sem marcação, Palmer não teve trabalho para superar o goleiro Verbruggen em cabeçada certeira.

Na etapa complementar, Gusto fez o passe rasteiro para o chute de Nkuku: 2 a 0 para os visitantes. Nos acréscimos, o Brighton ainda conseguiu descontar com Welbeck. Ele escorou um cruzamento do brasileiro João Pedro e diminuiu a diferença.

Publicidade