Ex-líderes do ranking da WTA, Pliskova e Kerber avançam à final em Eastbourne


A decisão do Torneio de Eastbourne, disputado em quadras de grama na Inglaterra e que serve de preparação para Wimbledon – terceiro Grand Slam da temporada com início previsto para esta segunda-feira -, terá duas ex-líderes do ranking da WTA em ação. Cabeça de chave número 2 e terceira do mundo, a checa Karolina Pliskova desafiará a alemã Angelique Kerber, quarta pré-classificada e dona do quinto ponto na lista mundial. Será a quinta vez que elas se enfrentam em uma final.

Sem precisar entrar em quadra, Kerber avançou à decisão graças à desistência da tunisiana Ons Jabeur por conta de uma lesão no tornozelo. “Machuquei na partida de ontem (quinta-feira) contra Alizé (Cornet) e infelizmente tive que desistir. Espero me recuperar a tempo de jogar em Wimbledon”, explicou a tenista africana, atual número 62 do mundo.

Na outra semifinal, Pliskova dominou as ações contra a holandesa Kiki Bertens, quarta colocada do ranking da WTA, e precisou de somente 56 minutos para derrotar a cabeça de chave 3 em Eastbourne com a tranquila vitória por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2.

“Acho que estou jogando muito melhor do que no ano passado. Consegui colocar Bertens sempre sob pressão e fui bastante ofensiva, mesmo quando ela estava no saque”, analisou Pliskova, logo após a vitória, ainda em quadra, que agora tentará superar o retrospecto negativo contra Kerber na final.

Em 11 confrontos pelo circuito profissional, a checa venceu apenas quatro e sofreu sete derrotas. As duas não se enfrentam desde 2018, ano em que cada uma anotou uma vitória.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora