27 de janeiro de 2021 Atualizado 21:54

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Esporte

Série A do Campeonato Italiano planeja série de homenagens para Maradona

Por Agência Estado

27 nov 2020 às 16:45 • Última atualização 30 nov 2020 às 09:46

A famosa rotina de aquecimento pré-jogo de Diego Armando Maradona em 1989 será transmitida em estádios da Itália neste fim de semana como parte de uma série de homenagens dos clubes do Campeonato Italiano ao ídolo argentino e ex-jogador do Napoli, que morreu na última quarta-feira.

A liga italiana anunciou que todos os jogadores entrarão em campo vestindo uma braçadeira preta, e um minuto silêncio será respeitado antes do início de cada jogo da nona rodada da competição, com os jogadores alinhados em torno do círculo central.

Durante o minuto de silêncio, uma imagem de Maradona será projetada nos telões dos estádios, e a mensagem “ciao, Diego” (adeus, Diego) será exibida nas arquibancadas, que estarão vazias por conta das medidas restritivas ao coronavírus.

Aos 10 minutos de cada partida, a imagem de Maradona volta a ser projetada, em referência ao número da camisa do craque argentino. Antes, o vídeo do aquecimento de Maradona antes do jogo do Napoli contra o Bayern de Munique em 1989 será transmitido nas telas dos estádios.

Maradona levou o Napoli aos seus dois únicos títulos do Campeonato Italiano em 1987 e 1990 e é considerado uma figura divina em Nápoles. Além disso, também conquistou a Copa da Uefa (atual Liga Europa) em 1989 pelo time italiano, no qual jogou por sete anos, de 1984 a 1991.

Milhares de torcedores do Napoli fizeram uma peregrinação ao Estádio San Paolo na quinta-feira para acender uma vela, deixar um lenço ou uma camisa e derramar algumas lágrimas em memória de seu herói. Em campo, o Napoli venceu o Rijeka, da Croácia, por 2 a 0 em partida da Liga Europa que também ficou marcada pelos tributos ao ídolo. Em uma demonstração de carinho, o clube publicou uma carta de despedida ao ex-jogador.

“Maradona não foi apenas um jogador que venceu aqui, mas também foi o orgulho dessa cidade, vestindo essa camisa e representando todo o povo. Muitos se chamam Diego em sua homenagem. Acho que Maradona é mais importante até que San Gennaro em Nápoles”, opinou Gattuso, técnico do Napoli, em referência ao padroeiro da cidade do sul da Itália.

O prefeito de Nápoles, Luigi De Magistris, anunciou que deu início ao processo formal para renomear San Paolo como estádio Diego Armando Maradona. No domingo, o Napoli duela com a Roma no local.

Maradona morreu na última quarta-feira após sofrer uma parada cardiorrespiratória, aos 60 anos, duas semanas depois de receber alta de um hospital em Buenos Aires por conta de uma cirurgia no cérebro.

Publicidade