23 de abril de 2024 Atualizado 17:35

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Paulistão

São Paulo vence Inter de Limeira, se recupera e evita eliminação do Corinthians

Tricolor fez 3 a 0 em jogo disputado em Brasília, com gols de Ferreirinha, Luciano e James Rodríguez

Por Agência Estado

28 de fevereiro de 2024, às 23h47 • Última atualização em 29 de fevereiro de 2024, às 00h17

O São Paulo colocou fim à série de quatro jogos sem vitória que vivia na temporada ao bater a Inter de Limeira por 3 a 0 nesta quarta-feira, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF). A partida da quinta rodada do Paulistão, disputada de forma atrasada, por causa da Supercopa do Brasil, vencida pelos são-paulinos ante o Palmeiras, também foi de suma importância para o Corinthians, que dependia de um triunfo dos rivais para continuar com chances de classificação à próxima fase.

Uma das principais atrações da partida, disputada no Distrito Federal porque a Inter vendeu o mando, foi o retorno de James Rodríguez, que chegou a pedir para sair do clube, mas mudou de ideia, foi inscrito no Estadual e entrou no segundo tempo, com direito a gol nos acréscimos. O colombiano deu, inclusive, assistência para o gol de Luciano, o segundo do São Paulo. O primeiro foi anotado por Ferreirinha.

Luciano comemora um dos gols do Tricolor nesta quarta – Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

O resultado deixa a equipe comandada pelo técnico Thiago Carpini na liderança do Grupo D, com os mesmos 18 pontos do vice-líder Novorizontino, mas em vantagem no saldo de gols (7 a 4). A Inter de Limeira fica com 14 pontos no Grupo C, em terceiro lugar, o que mantém o Corinthians, quarto colocado e com 10 pontos, vivo na briga pela classificação.

Carpini chegou a Limeira precisando reencontrar a própria confiança para transmitir tal sentimento ao elenco. A série sem vitórias foi marcada pela falta de convicção do treinador frente ao que pretende ter como ideia de jogo, já que dedicou-se a testes e experimentos de pouco sucesso. Desta vez, tinha a nova opção de escalar James Rodríguez como titular, mas optou por ter Lucas como meio-campista mais centralizado e próximo ao ataque.

Mal deu para avaliar o resultado das escolhas do treinador e são-paulinos já estavam levando um susto, pois a Inter de Limeira acertou a bola na trave antes dos primeiros cinco minutos, em finalização de Lautaro. O São Paulo não permitiu que o time do interior voltasse a criar uma oportunidade tão boa quanto esta, mas houve momentos em que esteve pior em campo e sofreu sustos, caso de uma bomba de Quirino defendida por Rafael.

De forma geral, a equipe de Carpini não conseguiu transformar a vantagem que tinha de posse de bola em domínio ofensivo. Embora tenha encontrado espaços e chutado a gol, passou mais tempo enroscado nas linhas de marcação do adversário, muito em razão do espaçamento entre os seus jogadores. Chutes de fora e bolas infrutíferas lançadas à área eram os principais recursos dos tricolores, que pareciam depositar muita fé em um eventual erro da Inter.

Quando o erro veio numa saída de bola e Wellington Rato ficou cara a cara com o gol, a finalização foi para fora. Foi só nos acréscimos, em uma das raras jogadas de aproximação que a rede foi balançada. O lance se deu com Ferreirinha partindo da direita para a entrada da área, de onde acionou Lucas para a tabelinha. Ao receber de volta, driblou o goleiro e marcou seu primeiro gol com o camisa tricolor.

O gol fez bem a Ferrerinha, que tornou-se o catalisador do ataque são-paulino no segundo tempo. Confiante, carregava a bola furando a defesa e a soltava na hora certa, seja para finalizar com perigo ou ocasionar boas situações ofensivas. O entrosamento com Calleri potencializou as investidas do ponta esquerda. A aproximação que faltou no primeiro tempo foi vista de sobra na etapa final. Toques curtos perto da área, com a participação também de Lucas, renderam bons momentos.

O protagonista Ferreira deixou o time antes da primeira metade do segundo tempo, junto de Lucas e Wellington Rato. As entradas foram de James Rodríguez, Michel Araújo e Luciano.

Embora os nomes que deixaram em campo estivessem bem, os que entraram vieram para acrescentar. Foi um chute de fora da área de Luciano, após receber a bola de James, que colocou o segundo gol tricolor no placar do Mané Garrincha.

James teve bons momentos e quase fez um belo gol, mas balançou a rede em um lance de oportunismo, aos 49 minutos, ao aproveitar com um toque de cabeça uma sobra do goleiro, que defendeu chute após belíssima jogada de Luciano, mas deu rebote ao colombiano.

FICHA TÉCNICA:

INTER DE LIMEIRA 0 X 3 SÃO PAULO

INTER DE LIMEIRA – Max Walef; Felipe Albuquerque (JP Galvão), Diego Jussani, Maurício e César Morais; Emerson Santos, Lucas Buchecha (Kauê) e Gustavo Buchecha; Éverton Brito (Albano), Andrew (Gabriel Silva) e Qurino (Rafael Silva). Técnico: Júnior Rocha.

SÃO PAULO – Rafael; Igor Vinícius, Ferraresi (Diego Costa), Arboleda e Welington (Patryck); Pablo Maia, Alisson, Wellington Rato (Luciano) e Lucas (James Rodríguez); Calleri e Ferreira (Michel Araújo). Técnico: Thiago Carpini.

GOLS – Ferreira, aos 47 minutos do primeiro tempo. Luciano, aos 35, e James Rodríguez, aos 49 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Diego Jussani, JP Galvão, Calleri e Alisson.

ÁRBITRO – Fabiano Monteiro dos Santos.

RENDA E PÚBLICO – Não divulgados.

LOCAL – Mané Garrincha, em Brasília (DF).

Publicidade