28 de maio de 2024 Atualizado 23:19

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Brasileirão

São Paulo joga bem, vence Fluminense e mostra força para brigar pela ponta

Embora não tenha sido brilhante, o time paulista foi superior na maior parte do tempo e venceu por 2 a 1

Por Agência Estado

13 de maio de 2024, às 22h24 • Última atualização em 13 de maio de 2024, às 22h41

O São Paulo fez um bom jogo contra o Fluminense nesta segunda-feira, pela sexta rodada do Brasileirão, e saiu do MorumBis com uma vitória por 2 a 1, de virada, com gols marcados por Bobadilla e Arboleda. O único gol carioca foi contra, de Igor Vinícius. Embora não tenha sido brilhante durante toda a partida, o time são-paulino foi superior na maior parte do tempo e, no final, quando já não exibia mais a qualidade inicial, mostrou força para alcançar o triunfo.

Tal força também parece apontar para a construção de um time que tem condições de se colocar na briga pela ponta da tabela, na qual ocupa agora a quinta colocação, com dez pontos. Já o Fluminense fica na zona de rebaixamento, em 17º lugar, com cinco.

Zagueiro Arboleda, à esquerda, comemora o gol da virada do São Paulo – Foto: ubens Chiri e Paulo Pinto / Saopaulofc.net

O São Paulo foi dominante durante os 30 minutos iniciais da partida. Sem Calleri, desfalque até o fim do mês por causa de uma lesão na panturrilha, Zubeldía reformulou o ataque e apostou em quarteto ofensivo formado por Rodrigo Nestor, Luciano, André Silva e Juan para quebrar, com sucesso, a linha defensiva da Fluminense. A inteligência e disciplina tática de Nestor eram os principais trunfos da equipe paulista.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

O meia, aliás teve duas finalizações perigosas defendidas por Fábio, uma em jogada coletiva de toques rápidos e outro após erro de Fábio na saída de bola, forçado pela marcação alta são-paulina, em exemplos claros de que há bastante repertório entre os comandados de Zubeldía. A bola aérea também foi utilizada como recurso e levou perigo à meta carioca.

A superioridade dos donos da casa, contudo, não serviu de nada, já que o Fluminense encontrou o caminho do gol em um dos raros momentos em que levou perigo. Na conclusão de ótimo lance criado por Kauã Elias, o atacante Keno, de volta após dois meses se recuperando de lesão, chutou em cima de Rafael, mas Igor Vinícius foi de encontro com a bola e fez contra, aos 28 minutos.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

O empate paulista saiu três minutos depois, graças a uma falha de Fábio, que foi para a bola com o pé mole ao receber um recuo e entregou de bandeja para Juan, que avançou pela esquerda da área e tocou para Bobadilla marcar. Ainda houve confusão antes do intervalo, protagonizada por Luciano e Fernando Diniz, que trabalharam juntos no São Paulo. O atacante são-paulino recebeu amarelo e o treinador foi expulso.

Depois do domínio do São Paulo na maior parte da etapa inicial, o segundo tempo teve uma configuração diferente em seu início, com ações ofensivas interessantes para ambos os lados. O volume, entretanto, era um pouco maior para o lado do time da casa, que até deu à torcida a oportunidade de comemorar o gol da virada, anotado por Luciano, mas anulado pelo árbitro Anderson Daronco após revisão no VAR, por falta de Galoppo em Lima na origem do lance.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

A superioridade da equipe de Zubeldía deixou de ser pequena e se transformou em algo maior na segunda metade da etapa final. Apesar disso, havia certa dificuldade no último, especialmente depois que Rodrigo Nestor foi substituído por Rodriguinho. Já sem a qualidade demonstrada em outros momentos da partida, os são-paulinos contaram com o oportunismo de Arboleda, que aproveitou falha da defesa após cobrança de escanteio para marcar o gol da virada. Uma bola na trave, após chute de Marcelo, foi o mais próximo que o Fluminense esteve de empatar.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 X 1 FLUMINENSE

SÃO PAULO – Rafael; Igor Vinícius, Arboleda, Alan Franco e Patryck (Welington); Bobadilla (Galoppo), Alisson e Rodrigo Nestor (Rodriguinho); Luciano, André Silva (Ferreira) e Juan (Erick); Técnico: Luis Zubeldía.

FLUMINENSE – Fábio; Marquinhos, Manoel (Felipe Andrade), Antônio Carlos e Diogo Barbosa (Marcelo), Martinelli (John Kennedy), Alexsander e Lima; Arias, Keno (Guga) e Kauã Elias (Terans). Técnico: Fernando Diniz.

GOLS – Igor Vinícius, contra, aos 28, e Bobadilla, aos 31 minutos do primeiro tempo. Arboleda, aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Rodrigo Nestor, Alisson, Luciano, Igor Vinícius, Alexsander,Erick Manoel e Lima

CARTÃO VERMELHO – Fernando Diniz.

ÁRBITRO – Anderson Daronco (RS).

RENDA – R$ 2.103.391,00.

PÚBLICO – 39.515 pessoas.

LOCAL – MorumBis, em São Paulo (SP).

As notícias do LIBERAL sobre Americana e região no seu e-mail, de segunda a sexta

* indica obrigatório

Publicidade