31 de maio de 2020 Atualizado 17:41

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Preparação

Santos bate Grêmio Osasco por 5 a 1 em amistoso

Peruano Cueva, que não vem sendo aproveitado pelo técnico Jorge Sampaoli, marcou um dos gols do duelo, enquanto Jean Motta fez os outros dois

Por Agência Estado

26 ago 2019 às 16:16 • Última atualização 27 abr 2020 às 12:35

O Santos informou inicialmente que o time fez jogo-treino contra o Audax, de Osasco, mas depois corrigiu a informação, revelando que o rival da equipe foi o Grêmio Osasco na atividade fechada realizada no CT Rei Pelé. Segue a versão corrigida:

Um dia depois de amargar um empate por 3 a 3 com o Fortaleza, na Vila Belmiro, onde chegou a estar vencendo por 3 a 0 antes da surpreendente reação do time cearense, o Santos goleou o Grêmio Osasco por 5 a 1, em jogo-treino realizado na manhã desta segunda-feira, no CT Rei Pelé, que não pôde ser acompanhado pela imprensa.

Foto: Ivan Storti / Santos FC
Cueva teve boa atuação em jogo-treino do Santos nesta segunda-feira

O meia peruano Cueva, que não vem sendo aproveitado pelo técnico Jorge Sampaoli, marcou um dos gols do duelo que serviu de preparação para o confronto de sábado, diante da Chapecoense, às 19 horas, na Arena Condá, em Chapecó, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Jean Mota, que balançou as redes por duas vezes, se destacou neste jogo-treino, que também contou com Carlos Sánchez e Jobson, este cobrando pênalti, marcando pelo time santista, escalado com uma formação considerada reserva.

Os jogadores que atuaram como titulares no último domingo ficaram realizando um trabalho regenerativo na academia do CT Rei Pelé. Autores de gols neste teste contra o Grêmio Osasco, Carlos Sánchez e Jean Mota entraram em campo no decorrer da partida contra o Fortaleza, substituindo respectivamente a Evandro e Sasha.

Com o empate amargado no domingo, o Santos caiu para a vice-liderança do Brasileirão, com 33 pontos, mesmo pontuação do agora líder Flamengo, que superou o Ceará por 3 a 0, no Castelão, em outro duelo do dia, e está à frente por possuir maior saldo de gols do que a equipe paulista – os dois clubes acumulam dez vitórias cada na competição.

Contra o Fortaleza, a equipe dirigida por Sampaoli chegou a abrir 3 a 0 em apenas 31 minutos, com gols de Marinho, Jorge e Sasha. Na etapa final, porém, Wellington Paulista marcou duas vezes e depois Tinga garantiu a igualdade por 3 a 3 nos acréscimos do tempo normal, aos 49, para frustração da torcida santista na Vila Belmiro.

Para o duelo de sábado, o lateral-esquerdo Jorge e o atacante Marinho são desfalques certos no Santos, pois receberam o terceiro cartão amarelo no último domingo. Em compensação, o treinador argentino poderá contar com o retorno do zagueiro Gustavo Henrique, que cumpriu suspensão diante do Fortaleza e volta a ficar à disposição.

Depois do treino realizado na manhã desta segunda-feira, o elenco do Santos vai folgar na terça antes de retomar as atividades no CT Rei Pelé na quarta. A equipe não vence no Brasileirão desde o dia 4 de agosto, quando goleou o Goiás por 6 a 1, na Vila Belmiro, pela 13ª rodada. Depois disso, o time foi superado por São Paulo (3 a 2, no Morumbi) e Cruzeiro (2 a 0, no Mineirão) antes de empatar por 3 a 3 com o Fortaleza.