24 de maio de 2024 Atualizado 16:59

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Ponte Preta marca no fim e arranca empate com Operário fora de casa na Série B

Por Agência Estado

12 de maio de 2024, às 08h32

Com gol de Dodô aos 50 minutos do segundo tempo, a Ponte Preta arrancou o empate por 1 a 1 com o Operário-PR, neste sábado, no estádio Germano Krüger, pela 4ª rodada. O jogo foi fraco tecnicamente e de poucas oportunidades. A expulsão do zagueiro Fagner Alemão no fim, deu um novo fôlego ao time campineiro, que conseguiu arrancar a igualdade.

Com o resultado, o Operário perdeu a oportunidade de entrar no G-4 e ficou com sete pontos, próximo da zona de acesso à Série A. A Ponte Preta, por sua vez, chegou aos cinco.

O Operário começou o jogo pressionando a Ponte Preta e teve grande chance de abrir o placar aos 13 minutos. Após cobrança de escanteio de Maxwell, Rodrigo Lindoso desviou de cabeça e jogou na trave. A pressão era grande. Aos 20, Maxwell jogou de muito longe e colocou Pedro Rocha para trabalhar.

Aos 26, não teve jeito. Em jogada ensaiada, Maxwell deixou com Ronaldo, que cruzou fechado. Willian Machado subiu sozinho e cabeceou. Pedro Rocha aceitou e a bola acabou no fundo das redes. O gol pegou a Ponte Preta de surpresa. A equipe campineira pouco criou e acabou recuando para evitar um placar mais elástico.

No segundo tempo, a Ponte Preta tentou arriscar um pouco mais. Aos quatro minutos, Élvis recebeu na entrada da área e deu passe de letra para Gabriel Novaes, que arriscou. Rafael Santos fez uma defesa segura. O lance foi uma das poucas chances de perigo. A partida caiu de produção e ambos os times erraram muito.

Apesar de estar em vantagem no placar, o Operário chegou a estar mais perto do segundo gol do que a Ponte Preta de empatar. Aos 41, Guilherme Pira recebeu belo passe e arriscou. A bola desviou e foi para fora. Logo depois, Fagner Alemão acabou sendo expulso e o destino da partida acabou mudando.

Com um jogador a mais, a Ponte Preta foi com tudo para o ataque e decretou a igualdade aos 50. Após cobrança de escanteio, Emerson Santos ficou com a bola e deixou Dodô na cara do gol. O meia bateu com categoria para fazer 1 a 1.

Na próxima rodada, o Operário enfrenta o Brusque na quarta-feira, às 19h, no Gigantão das Avenidas, em Itajaí (SC). No mesmo dia, às 21h30, a Ponte Preta recebe o Santos, no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

FICHA TÉCNICA

OPERÁRIO 1 X 1 PONTE PRETA

OPERÁRIO – Rafael Santos; Sávio (Ocampos), Fagner Alemão, Willian Machado e Lucas Hipólito; Vinícius Diniz (Neto Paraíba), Rodrigo Lindoso e Marcelo Cirino (Cássio Gabriel); Ronald (Guilherme Pira), Maxwell e Ronaldo (Daniel). Técnico: Rafael Guanaes.

PONTE PRETA – Pedro Rocha; Igor Inocêncio, Luis Haquín, Sérgio Raphael (Edson) e Gabriel Risso (Dodô); Dudu Vieira, Emerson Santos (Emerson) e Elvis; Iago Dias (Jean Carlos), Matheus Régis e Gabriel Novaes (Venícius Cascais). Técnico: João Brigatti.

GOLS – Willian Machado, aos 26 minutos do primeiro tempo. Dodô, aos 50 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Neto Paraíba e Rodrigo Lindoso (Operário); Edson Élvis (Ponte Preta)

CARTÃO VERMELHO – Fagner Alemão (Operário).

JUIZ – Wagner do Nascimento Magalhães (RJ).

RENDA E PÚBLICO – Não divulgados.

LOCAL – Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR).

Publicidade