24 de junho de 2021 Atualizado 17:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Petrovic lamenta dispensas de Raulzinho e Marquinhos na seleção de basquete

Por Agência Estado

05 jun 2021 às 17:00 • Última atualização 05 jun 2021 às 17:24

A Confederação Brasileira de Basketball (CBB) recebeu na sexta-feira os pedidos de dispensa da seleção brasileira por parte do armador Raulzinho, do Washington Wizards, e do ala Marquinhos, do Flamengo. A dupla estava na lista de 17 atletas do técnico croata Aleksandar Petrovic para os treinos visando o Pré-Olímpico de Split, na Croácia, que dá ao campeão um lugar na Olimpíada de Tóquio-2020. Os nomes convocados haviam sido divulgados na última quarta. A delegação viajará com 15 atletas e não substituirá os jogadores.

Nos últimos dois meses, a área técnica da CBB trabalhou intensamente em cima dos protocolos e documentação para a disputa do Pré-Olímpico, sempre junto aos agentes, clubes e atletas. Diretor técnico das seleções brasileiras masculinas, Diego Jeleilate falou sobre os dois pedidos de dispensa.

“Recebemos os pedidos de dispensa dos atletas Raul Neto e Marcus Vinicius Sousa. Cada um tem seus motivos e os respeito, mas não posso deixar de lamentar profundamente a ausência de dois grandes jogadores. A meu ver, o basquete brasileiro estaria bem mais próximo da vaga nos Jogos Olímpicos com a presença de ambos na seleção. A cinco dias da viagem, após cumprida uma série de protocolos, incluindo a vacinação dos jogadores, uma notícia como essa nos pega de surpresa e é difícil de assimilar”, afirmou.

“Tenho certeza, entretanto, de que os atletas que toparam o desafio vão representar a nossa seleção com muita entrega e dedicação. Encaminharemos os pedidos de dispensa para o Comitê Olímpico e à Fiba e torço para que não tenhamos novos casos. Pedido de dispensa e algo particular e um direito do jogador, mas gostaríamos muito que atletas e agentes tivessem atitudes mais assertivas e de colaboração ao trabalho”, completou Jeleilate.

Petrovic viajou por duas vezes aos Estados Unidos, onde se encontrou com Raulzinho. E também manteve contato com Marquinhos antes da convocação. O ala comunicou diretamente a Petrovic sobre a dispensa e também da sua aposentadoria da seleção brasileira.

“Para mim, foi uma decepção quando jovens pediram dispensa para não jogar na seleção. Agora, não sei as razões de Raulzinho e Marquinhos. Posso entender a aposentadoria do Marquinhos após tantos anos jogando na seleção, mas penso que neste momento não vou chorar por nada, vou me concentrar com os jogadores que vão se apresentar para os treinos e vamos trabalhar firme para conseguir essa vaga olímpica”, disse o croata.

A seleção brasileira se apresenta nesta quarta-feira, quando viaja para a Polônia para os treinos visando o Pré-Olímpico. O time fará dois amistosos contra a Polônia e no dia 25 vai para a Croácia. A estreia no torneio acontece no próximo dia 29 diante da Tunísia.

O Pré-Olímpico é jogado em formato de mini-grupos com Brasil, Tunísia e Croácia de um lado, e Rússia, Alemanha e México do outro. Os dois primeiros avançam para as semifinais. A final será jogada no dia 4 de julho. O campeão vai para Tóquio-2020.

Publicidade