05 de junho de 2020 Atualizado 22:27

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Atacante

Pato sugere ter sido alvo de boicote de jogadores no Corinthians

Atacante do São Paulo relembrou passagem pelo Timão em 2013 e disse que alguns se aproveitaram do episódio do pênalti perdido contra o Grêmio

Por Agência Estado

05 abr 2020 às 15:45 • Última atualização 27 abr 2020 às 11:58

O atacante Alexandre Pato, do São Paulo, relembrou sua passagem no Corinthians em 2013. O jogador, que, antes da paralisação das competições em razão da pandemia do novo coronavírus vinha tentando retomar a boa fase, afirmou ter sido alvo de boicote por parte do elenco da equipe alvinegra.

Pato afirmou que não foi bem recebido por parte dos jogadores do Corinthians quando chegou e disse considerar que a insatisfação de alguns atletas com a presença dele no time foi determinante para a sua saída do clube. O estopim, segundo o atacante, foi o pênalti perdido contra o Grêmio, pelas quartas de final da Copa do Brasil de 2013.

“Eu tinha acabado de chegar em um grupo já formado, que tinha acabado de ser campeão da Libertadores, acabado de ser campeão mundial, e eu cheguei na boa-fé, de ir lá, de me esforçar, e eu acho que não fui muito bem visto por alguns do grupo, que tinham muita força aquela época. Então eu sempre fui muito dedicado, sempre trabalhei muito, só que era aquele momento assim: ‘o primeiro deslize que ele der, a gente vai tentar espirrar ele’. E foi o que aconteceu no jogo contra o Grêmio, eu bati um pênalti que eu não deveria ter batido, mas naquele momento foi para ter batido”, disse Pato, em entrevista à ESPN Brasil.

No jogo em questão, o atacante tentou dar uma “cavadinha” em Dida, mas o goleiro defendeu a cobrança no meio do gol e o Corinthians acabou sendo eliminado. Pouco tempo depois, Pato foi emprestado para o São Paulo, em troca envolvendo o meia Jadson.

“Trabalhei com o Dida no Milan, sei que ele pula muito rápido, vou bater no meio. Só que vim a errar, e aconteceu tudo aquilo”, explicou Pato. “Naquele momento, com tudo aquilo que aconteceu desde a minha chegada, foi o momento exato para que acontecesse tudo aquilo”, completou.

Pato também falou sobre o que pensa para o seu futuro, incluindo a possibilidade de retornar à seleção brasileira. O atacante disse que voltar a ser convocado está em seus planos, mas a prioridade atual é conquistar títulos pelo São Paulo.

“Hoje minha cabeça está em voltar para a seleção. Eu ainda quero jogar uma Copa do Mundo. Eu quero cada vez mais fazer gols, ser campeão pelo São Paulo, entrar na história do São Paulo. Eu quero ir para a seleção ainda, mas primeiro tenho que pensar no São Paulo e em fazer gols aqui”.