19 de setembro de 2020 Atualizado 16:45

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Futebol

Pablo diz que pressão por título tem que virar motivação no São Paulo

Por Agência Estado

16 jan 2020 às 13:17 • Última atualização 27 abr 2020 às 12:10

O atacante Pablo sabe que o São Paulo está pressionado a conquistar ao menos um título nesta temporada para encerrar o jejum de mais de sete anos – o último troféu levantado pelo clube foi a Copa Sul-Americana de 2012. Para o jogador, essa cobrança tem que servir de motivação para o elenco em 2020.

“O tempo vai passando e em um clube que é acostumado a ganhar e ser campeão, a cobrança vai aumentando cada vez mais. Temos que estar cientes disso, fazer disso como uma motivação. Pensamos em ser campeões. Sexto lugar no Brasileiro é ruim para um clube como o São Paulo. Começando o Paulista, tem que pensar em ser campeão porque o clube, a torcida e os jogadores precisamos disso”, afirmou.

Após sofrer duas lesões consideradas graves em 2019, Pablo espera ter uma temporada “totalmente diferente em 2020”. Ele terminou o ano passado como artilheiro do elenco, com sete gols, mas admitiu que o número é “muito baixo”. O atacante atuou em 30 partidas.

“Ano passado foi atípico na minha carreira, muito difícil, duas lesões graves. Mas devendo, não (fiquei). Empenho e dedicação nunca faltaram. Foi mais a questão de resultado e de gols. Estou recuperado, 100%, cheguei bem para o inicio da pré-temporada. Espero que seja um ano totalmente diferente do que foi o ano passado”, disse.

Para 2020, o primeiro objetivo de Pablo não é marcar algum determinado número de gols. Sua principal meta é não ter lesões. Em 2019, ele passou por cirurgia em abril para retirar um cisto da região lombar e sofreu entorse no tornozelo direito justamente na partida que marcou sua volta.

“Minha meta é não ter lesão. Que as fatalidades não ocorram comigo esse ano. Minha meta é ajudar a equipe, vencer os jogos, e deixar que as coisas aconteçam naturalmente. Estar o mais calmo possível para fazer o gol quando tiver oportunidade”, projetou o atacante.

Mais esporte

Ouça o podcast “Além da Capa” desta semana, que aborda os atletas da Região do Polo Têxtil que podem estar nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020:

{{1}}

Publicidade