26 de maio de 2024 Atualizado 12:01

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Otero e Rincón são convocados para a Venezuela na Copa América e desfalcam o Santos

Por Agência Estado

14 de maio de 2024, às 14h01

O Santos vai ter duas baixas em seu elenco no final do mês de junho por causa da disputa da Copa América. Isso porque Otero e Rincón foram convocados para defender a seleção da Venezuela. Como a Série B do Campeonato Brasileiro não vai parar durante a competição, o técnico Fábio Carille vai precisar mexer na equipe.

O problema maior é a ausência de Otero. O jogador tem sido titular da equipe e um dos homens de confiança do treinador. A sua convocação vai abrir espaço no setor de criação e o treinador santista vai precisar achar um substituto.

O caso de Rincón é menos preocupante. O volante, que chegou a ser capitão da equipe no ano passado, perdeu espaço no Santos com a chegada de Carille, que atualmente conta com João Schmidt na equipe principal. Os dois jogadores venezuelanos devem ficar de fora a partir do confronto com o Goiás, marcado para o dia 18 do mês que vem.

A Copa América, que vai ser realizada nos Estados Unidos, tem início no dia 20 de junho, e vai até 14 de julho. A Venezuela integra o Grupo B, ao lado de México, Equador e Venezuela.

STJD ACOLHE PEDIDO E LIBERA TORCIDA PARA JOGO DO SANTOS NA VILA
O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) acolheu o pedido feito pelo Santos para reverter o último compromisso da equipe com portões fechados em auxílio para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Assim, a torcida vai poder assistir ao duelo entre Santos e Brusque, marcado para o dia 19 de maio, na Vila Belmiro.

A Procuradoria da Justiça Desportiva fixou o valor de R$ 500 mil em doação para o SOS Rio Grande do Sul. A decisão foi aceita pelo Santos e homologada pelo auditor do Pleno, Felipe Bevilácqua.

Punido com seis jogos com portões fechados e multa por ocorrências na última rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado, o Santos celebrou Transação Disciplinar com a Procuradoria do STJD.

No acordo. o clube cumpriria três partidas com portões fechados e os outros três com o estádio aberto, porém, sem a presença das torcidas organizadas, com o setor destinado a elas bloqueado, além do pagamento de R$ 100 mil por partida, num tal de R$ 300 mil.

Publicidade