15 de junho de 2024 Atualizado 01:27

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Operário-PR vence, cola no G-4 e afunda o Guarani na lanterna da Série B

Por Agência Estado

08 de junho de 2024, às 20h23

O Operário-PR voltou a frequentar o pelotão de cima da Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o time de Ponta Grossa superou o desesperado Guarani, por 1 a 0, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, e colou no G-4. O time paulista ainda teve um gol anulado nos minutos finais.

Com gol de voleio de Maxwell, o Operário-PR chegou a 15 pontos, em sexto lugar, empatado em números com América-MG (5º) e Santos (4º). Já o Guarani segue na lanterna, com apenas quatro pontos e não vence há cinco partidas.

Pressionado, o Guarani tomou a iniciativa na partida. Marlon Douglas cruzou e Luccas Paraízo parou por duas vezes no goleiro adversário. Com o passar do tempo, o time paulista abusou dos erros no campo ofensivo, tirando a paciência da torcida e fazendo o Operário crescer em campo.

Vendo o adversário abrir espaço, Maxwell carimbou a trave esquerda de Vladimir. Na reta final, os visitantes tomaram conta do jogo e com mais posse de bola, abriram o placar aos 40. A defesa do Guarani afastou mal e a bola caiu para Maxwell, que virou um lindo voleio para dar a vitória parcial ao Operário.

O Operário começou a segunda etapa carimbando novamente a trave de Vladimir, desta vez com Pedro Lucas. O time paraense tinha o controle da partida, mas optava por trocar passes, do que arriscar ao gol. O Guarani demorou para engrenar na partida e só levou perigo depois dos 10 minutos, em dois chutes de longe de Airton.

Aos poucos, os donos da casa foram tomando conta da partida, com mais posse da bola, mas sem nenhuma efetividade. Na reta final, Caio Dantas teve a chance do empate, mas mandou sobre o gol. Ainda deu tempo de Neto Paraíba ser expulso, aos 40, deixando o Operário com um a menos nos minutos finais, porém aos 45, Léo Santos matou o contra-ataque e também deixou o Guarani com 10.

Aos 50, Airton chegou a empatar a partida, mas o VAR apontou impedimento de Reinaldo, na origem da jogada.

Na próxima rodada, o Guarani visita o Avaí, no estádio da Ressacada, na próxima sexta-feira (14), às 21h00. Mais cedo, às 19h00, o Operário-PR recebe o Santos, no estádio Germano Krüger.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 0 X 1 OPERÁRIO-PR

GUARANI – Vladimir; Pedro Henrique (Caio Dantas), Léo Santos e Lucas Adell; João Victor, Anderson Leite (Kayque), Matheus Bueno, Bruno Oliveira e Jefferson (Diogo Mateus); Marlon Douglas (Reinaldo) e Luccas Paraízo (Airton). Técnico: Júnior Rocha.

OPERÁRIO-PR – Rafael Santos; Ocampos, Allan Godói (Fagner Alemão), Willian Machado e Pará; Vinícius Diniz (Neto Paraíba), Joseph e Pedro Lucas (Marco Antônio); Rodrigo Rodrigues, Daniel (Ronaldo) e Maxwell (Ronald). Técnico: Rafael Guanaes.

GOLS – Maxwell, aos 40 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Vinícius Diniz e Neto Paraíba (Operário); Marlon Douglas e Airton (Guarani).

CARTÃO VERMELHO – Neto Paraíba (Operário); Léo Santos (Guarani).

ÁRBITRO – Jefferson Ferreira de Moraes (GO).

RENDA – R$ 52.760,00

PÚBLICO – 2.831 total.

LOCAL – Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).

Publicidade