21 de junho de 2024 Atualizado 08:23

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Olympiacos supera Fiorentina na prorrogação e conquista Liga Conferência, seu 1º título europeu

Por Agência Estado

29 de maio de 2024, às 21h58

Maior campeão grego, com 47 títulos do campeonato local e mais 28 Copas da Grécia, o Olympiacos celebrou nesta quarta-feira seu primeiro título europeu. Com gol aos 10 minutos da prorrogação do artilheiro marroquino El Kaabi, superou a Fiorentina por 1 a 0 na OPAP Arena, em Atenas, e conquistou a Liga Conferência. Foi a primeira final internacional da equipe e a inédita conquista do país. Já os italianos amargam o vice-campeonato pelo segundo ano seguido após serem batidos pelo West Ham em 2023.

Ao apito final, os gregos fizeram gigante festa no gramado, enquanto os italianos desabaram no choro por nova derrota. Algoz do favorito Aston Villa na semifinal, na qual El Kaabi anotou cinco vezes nos embates de ida e volta – vitórias por 2 a 0 e 4 a 2 -, o Olympiacos mereceu a conquista pela coragem no tempo extra. O brasileiro Rodinei, ex-Flamengo, atuou os 120 minutos.

Depois de ficarem longe da disputa dos títulos em seus campeonatos nacionais, gregos (terceiro colocados) e italianos (apenas oitavo) entraram na nova OPAP Arena, em Atenas, buscando o troféu que seria um prêmio de consolação na temporada.

E empurrados por um belo espetáculo nas arquibancadas lotadas. Os torcedores do Olympiacos mostraram todo o amor dando show na hora de cantar o hino do clube. A resposta, não menos empolgante dos italianos, demonstrava que valia tudo para incentivar o time na busca da redenção, um ano após deixar o título escapar com gol do West Ham no fim.

A bela festa, contudo, não ajudou as equipes a protagonizarem um espetáculo em campo. Longe disso, a primeira etapa foi amarrada e com a imposição física se fazendo presente, com as marcações se sobressaindo e as finalizações, em sua maioria dos italianos, não levando perigo.

Tentando se redimir de um primeiro tempo fraco ofensivamente, o Olympiacos até teve chance de abrir o marcador na etapa final. Mas Fortounis, após fazer pose para o voleio, livre, pegou mascado na bola e desperdiçou a grande chance dos gregos. Lamentou o erro. Antes da prorrogação, Iborra ainda cabeceou raspando.

O começo da prorrogação veio com enorme reclamação de pênalti dos gregos após cruzamento e bola no braço de Quarta. O árbitro nada deu. No minuto seguinte, Jovetic bateu forte para defesa milagrosa de Terracciano. As emoções que faltam em 90 minutos, enfim, apareceram.

Os gregos, em seu melhor momento no jogo, quase foram surpreendidos em batida de Inoké. Tzolakis pulou e espalmou. Ainda sairia bem para cortar bom cruzamento em momento de pressão italiana. Aos 10 minutos da segunda etapa da prorrogação, o artilheiro El Kaabi se antecipou ao marcador e, de cabeça, mandou às redes. O 11º gol na competição, e 34º na temporada, confirmado após longa consulta ao VAR, garantiu o inédito título e a bela festa dos gregos.

Publicidade