28 de novembro de 2020 Atualizado 17:02

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Esporte

Na briga por vaga olímpica, Maria Suelen e Beatriz Souza são bronze na Hungria

Por Agência Estado

25 out 2020 às 17:20 • Última atualização 25 out 2020 às 17:52

O judô brasileiro terminou o Grand Slam da Hungria com a conquista de mais duas medalhas neste domingo, em Budapeste. As peso-pesados (+78kg) Maria Suelen Altheman e Beatriz Souza conquistaram as medalhas de bronze da categoria. Assim, repetiram o resultado de Willian Lima (até 66kg), responsável pelo outro pódio do País no primeiro evento internacional oficial desde o início da pandemia do coronavírus.

O resultado em Budapeste renderá 500 pontos no ranking mundial para Maria Suelen e Beatriz e mantém acirrada a disputa entre elas por uma vaga na Olimpíada de Tóquio. Afinal, elas chegaram ao evento na quinta e na sexta posição no ranking mundial, respectivamente, separadas por apenas 142 pontos.

O desempenho delas também foi idêntico neste domingo na Laszlo Papp Arena. Elas venceram as duas primeiras lutas, perderam nas semifinais e depois triunfaram na luta pelo bronze.

O revés de Maria Suelen foi para a tunisiana Nihel Cheikh Rouhou, por ter levado mais punições – 3 a 2. O seu bronze foi assegurado com ippon na brasileira naturalizada portuguesa Rochele Nunes. Já Beatriz foi projetada por ippon pela turca Kayra Sayit. Mas depois ganhou de Larisa Ceric, da Bósnia, com um waza-ari.

Outra disputa que está acirrada por uma vaga nos Jogos de Tóquio se dá no peso pesado masculino, com Rafael Silva em sexto lugar no ranking mundial e David Moura na nona posição. Neste domingo, porém, ambos foram eliminados precocemente em Budapeste, sendo derrotados pelo mesmo judoca.

Baby, que estreou na segunda rodada, venceu o sérvio Zarko Culum. Depois, porém, foram duas derrotas: para Jur Spijkers, da Holanda, e para Levani Mattiashvili, da Geórgia, na repescagem. O lutador da Geórgia, aliás, também superou David Moura na estreia.

Na categoria até 90kg, os dois representantes do Brasil perderam na segunda rodada. Foram os casos de Rafael Macedo, que estreou nesta fase e foi eliminado pelo mongol Altanbagana Gantulga, e de Marcelo Gomes, que até venceu o ganês Kwadjo Anan, mas caiu para o húngaro Krisztian Toth na sequência.

Já entre os judocas de até 100kg, duas eliminações nas oitavas de final. Rafael Buzacarini folgou na primeira rodada, venceu o mongol Gonchigsuren Batkhuyag na segunda, mas depois perdeu para o francês Alexandre Iddir. E Leonardo Gonçalves estreou na segunda rodada com triunfo sobre o americano Nathaniel Keeve, sendo eliminado na sequência pelo russo Arman Adamian.

O próximo desafio dos judocas do Brasil será o Campeonato Pan-Americano, de 19 a 22 de novembro, em Guadalajara, no México.

Publicidade