19 de junho de 2024 Atualizado 10:45

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Goleada na Bahia

Marta faz de falta e seleção derrota Jamaica em último amistoso antes de Paris-2024

Brasileiras fizeram 4 a 0 na noite desta terça-feira, em partida na Arena Fonte Nova, em Salvador

Por Agência Estado

04 de junho de 2024, às 22h12 • Última atualização em 04 de junho de 2024, às 22h31

A seleção brasileira de futebol feminino derrotou a Jamaica por 4 a 0, nesta terça-feira, na Arena Fonte Nova, para um pouco mais de 31 mil torcedores, no último amistoso antes dos Jogos Olímpicos de Paris-2024. Apesar de entrar durante o segundo tempo, Marta deixou sua marca mais uma vez em uma bela cobrança de falta, mas o principal destaque foi Jheniffer, que balançou as redes duas vezes.

Esta foi a décima vitória da seleção sob o comando de Arthur Elias, que assumiu a equipe em outubro de 2023. Foram 15 jogos e apenas três derrotas. Neste período, o Brasil empatou duas vezes, fez 33 gols e sofreu apenas 11.

Seleção brasileira  feminina
Seleção feminina goleou a Jamaica em amistoso nesta terça – Foto: Lívia Villas Boas / CBF

Algoz na última Copa do Mundo, a Jamaica perdeu os dois amistosos que fez contra o Brasil. No sábado, na Arena Pernambuco, a equipe de Arthur Elias venceu por 4 a 0, com dois gols de Marta.

Com Marta no banco de reservas, a seleção brasileira começou o jogo sofrendo um susto. Aos quatro minutos, Naya Cardoza cruzou, McCoy desviou e Jody Brown mandou para o gol. A arbitragem, no entanto, anulou o lance e anotou impedimento. Melhor para a equipe brasileira, que respondeu rapidamente. Aos seis, Gabi Portilha avançou pela esquerda e lançou para Debinha. A meia chegou batendo para mandar a bola no fundo das redes.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Os minutos iniciais da partida continuaram intensos. Aos oito, Debinha recebeu de Duda Sampaio e ajeitou para Gabi Portilho. Ela bateu com categoria e mandou no travessão A meia teve mais uma grande oportunidade de ampliar, aos 30, mas o arremate acabou saindo rente à trave da goleira Schneider.

A Jamaica foi amplamente dominada pela seleção brasileira e, tirando o gol anulado logo de cara, pouco ameaçou, o que só evidenciou o bom trabalho defensivo da equipe de Arthur Elias. Antes do intervalo, Byanca Brasil e Laís Estevam também criaram boas chances de gol.

No segundo tempo, o treinador foi fazendo novos testes e consequentemente deu mais espaço para a seleção da Jamaica, que esteve perto de empatar aos seis. Primus recebeu de frente para o gol e chutou. A bola acabou desviando em Yasmin e saindo pela linha de fundo.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

O susto fez o Brasil reagir rápido. Aos 18, após cobrança de escanteio, Gabi Nunes cabeceou para a defesa de Schneider. Jheniffer pegou o rebote e soltou o pé para fazer 2 a 0. A Jamaica ainda tentou pressionar, mas a bola de McCoy ficou na trave.

A partir daí só deu seleção brasileira. Aos 33, Cristiane fez o pivô e rolou para Jheniffer bateu com categoria de fora da área para fazer o terceiro. A goleada foi concretizada aos 38, em cobrança de falta espetacular de Marta. Cristiane, já no fim, quase deixou o seu, mas a bola, por cobertura, carimbou caprichosamente a trave.

O Brasil estreia nos Jogos Olímpicos de Paris-2024 no dia 25 de julho, contra a Nigéria. Depois, viaja para a cidade-luz, para encarar o Japão, no dia 28, e encerra a fase de grupos em Bordeaux, contra a Espanha, no dia 31.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Publicidade