Venezuelana Yulimar Rojas bate recorde mundial indoor do salto triplo com 15,43m


O ano de 2020 começou quente no atletismo. Depois de o sueco Armand Duplantis quebrar duas vezes o recorde mundial do salto com vara, nesta sexta-feira foi a vez da venezuelana Yulimar Rojas obter a melhor marca indoor do mundo no salto triplo. No Meeting de Madri, na Espanha, a saltadora sul-americana pulou 15,43 metros na sua sexta e última tentativa, superando a russa Tatiana Lebedeva, que liderava a lista indoor com 15,36 metros desde 2004.

A estrela do atletismo venezuelano tem 24 anos e é treinada na cidade de Guadalajara, na Espanha, pelo lendário saltador cubano Iván Pedroso, que estava nas tribunas do estádio coberto na capital espanhola e foi o primeiro a abraçá-la depois da conquista do recorde mundial.

Ao ar livre, a melhor marca de Yulimar Rojas é 15,41 metros, ainda distante da detentora do recorde mundial, a ucraniana Inessa Kravets. Campeã olímpica em Atlanta-1996, nos Estados Unidos, a saltadora do Leste Europeu obteve 15,50 metros no Mundial de Gotemburgo, na Suécia, em 1995, melhorando na época em 41 centímetros a marca da russa Anna Biryukova (15,09 metros em 1993).

“Estava perseguindo esse recorde desde o primeiro salto e conseguiu na última tentativa”, disse Yulimar Rojas, logo após o feito, ainda emocionada. No salto anterior ao do recorde, obteve 15,29 metros, que era a sua melhor marca indoor. “Me pareceu muito fácil. Quando chegar em casa certamente vou chorar porque isso (recorde) é o que todo atleta persegue”.

Yulimar Rojas é a atual bicampeã mundial ao ar livre (Londres-2017 e Doha-2019) e indoor (Portland-2016 e Birmingham-2018). Nos Jogos Olímpicos do Rio-2016, ficou com a medalha de prata ao ser superada pela colombiana Caterine Ibargüen.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora