17 de junho de 2024 Atualizado 18:00

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Iga Swiatek festeja título de Roland Garros e se declara ao torneio: ‘Amo esse lugar’

Por Agência Estado

08 de junho de 2024, às 20h23

Soberana, incontestável, fora de série. Muitas são as nomenclaturas que podem definir a polonesa Iga Swiatek após nova conquista com supremacia total sobre as rivais. Neste sábado, ao superar Jasmine Paolini na final de Roland Garros, ela se declarou ao torneio francês.

“É incrível estar aqui, eu amo esse lugar, espero o ano todo para voltar aqui. Estava quase fora desse torneio na segunda rodada e agradeço muito por vocês terem continuado torcendo por mim”, afirmou a polonesa.

A sua celebração também englobou o círculo familiar. Emocionada por mais uma conquista, ela dividiu o seu bom momento em meio a muitos aplausos na quadra de saibro. “Queria agradecer a minha equipe e minha família, sem vocês não estaria aqui jogando nesse nível. Estou muito feliz”, afirmou a tenista.

Superada pela número um do mundo, Jasmine Paolini disputou a sua primeira final de Grand Slam. Após a partida, ela disse estar ansiosa para saber qual será o próximo desafio em sua carreira. Com o vice-campeonato em Paris, a italiana de 28 anos entrará no Top 10 pela primeira vez. “Não sei para onde essa jornada vai. Mas estou curiosa para descobrir isso. Tento entrar em quadra todos os dias e dar 100%. Vamos ver o que o futuro trará.”

Paolini começou esta temporada na 29ª posição e agora saltará do 15º para o sétimo posto no ranking. “É uma sensação estranha”, disse a italiana. “Acabei de perder a final, mas acho que tenho que estar feliz com essas duas semanas e com minha nova classificação.”

A tenista reconheceu o domínio de Iga Swiatek, que agora acumula 35 vitórias e apenas 2 derrotas em Roland Garros. “Ela já ganhou quatro títulos e ainda tem 23 anos. Esses números não são, digamos, normais.”

Paolini elogiou a intensidade da rival. “Nunca joguei contra alguém que tivesse essa intensidade”, afirmou ela, que volta à quadra neste domingo. Ela e sua compatriota Sara Errani enfrentarão Coco Gauff e Katerina Siniakova na final de duplas.

Publicidade