29 de setembro de 2020 Atualizado 22:58

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Esporte

Gerhard Berger, ex-chefe de Vettel, aponta Racing Point como futuro para o alemão

Por Agência Estado

04 ago 2020 às 17:05 • Última atualização 04 ago 2020 às 17:13

Sebastian Vettel deveria ir para a Racing Point. Este é o conselho do ex-piloto austríaco Gerhard Berger, que trabalhou em 2007 e 2008 com o piloto alemão na STR, dado em uma entrevista ao site alemão “Sport Buzzer”.

“Sebastian foi campeão mundial quatro vezes e sobreviveu bem a tudo. Meu conselho seria se retirar. Por outro lado, conheço Sebastian muito bem. Ele é um piloto puro-sangue, ele quer vencer corridas novamente. A Racing Point é a equipe mais adequada para isso no momento. Eles têm um carro para o qual Pérez ou Lance Stroll possam ir ao pódio”, disse Berger.

O ex-companheiro de Ayrton Senna na McLaren deslumbra um futuro melhor para o atual piloto da Ferrari, de 33 anos e dono de quatro títulos mundiais (2010, 2011, 2012 e 2013). Berger foi piloto da equipe italiana de 1987 a 1989 e de 1993 a 1995). “Eu diria que um calibre como Sebastian estaria claramente no pódio e pode talvez vencer a Mercedes ou pelo menos desempenhar um papel lá em cima. Uma situação muito melhor do que ele encontra na Ferrari. Portanto, essa é uma alternativa realista – e eu teria total entendimento se ele desse esse passo.”

Vettel não terá seu contrato renovado após o fim da temporada. Após quatro corridas neste ano, o alemão só acumula dez pontos e está apenas em 13º lugar classificação do campeonato. Recentemente, Damon Hill, ex-campeão mundial, aconselhou o atual piloto da Ferrari a se aposentar ao final do ano.

Publicidade