Messi recebe 6ª Chuteira de Ouro da carreira

Foram 36 gols marcados em 34 partidas realizadas na edição passada do Campeonato Espanhol


Maior artilheiro de um torneio doméstico europeu na temporada 2018/2019, Lionel Messi recebeu nesta quarta-feira, em Barcelona, pela sexta vez em sua carreira o prêmio Chuteira de Ouro. Com 36 gols marcados em 34 partidas realizadas na edição passada do Campeonato Espanhol, o astro argentino também faturou essa honraria pelo terceiro ano consecutivo.

Com o seu excelente desempenho, Messi foi novamente decisivo para conduzir o Barça a mais um título nacional. Antes disso, o atacante ganhou esse prêmio nas temporadas 2009/2010 (34 gols), 2011/2012 (50), 2012/2013 (46), 2016/2017 (37) e 2017/2018 (34).

Ao balançar as redes em 36 ocasiões no último Espanhol, o artilheiro assegurou a Chuteira de Ouro e superou outros grandes goleadores da Europa, como por exemplo Kylian Mbappé, que marcou 33 vezes na campanha vitoriosa do Paris Saint-Germain na edição 2018/2019 do Campeonato Francês.

Ao receber o prêmio na cerimônia em que estiveram presentes o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, membros da diretoria e jogadores do clube catalão, como Luis Suárez e Jordi Alba, Messi voltou a exibir a sua habitual humildade ao dividir o mérito do seu feito com a sua equipe. “Sem meus companheiros eu não teria conseguido nenhum gol, isto (o prêmio) é de todos, é um reconhecimento para todo o time”, ressaltou.

Na temporada passada, Messi também teve participação de destaque na Liga dos Campeões da Europa, com belos gols e grandes atuações, mas acabou amargando junto com o Barça a surpreendente derrota por 4 a 0 para o Liverpool no confronto de volta das semifinais, na Inglaterra, depois de a sua equipe ter aberto vantagem de 3 a 0 no duelo de ida.

Ao lembrar do torneio continental, o argentino tratou de exaltar o peso do Campeonato Espanhol, por meio do qual ele alcançou esta nova Chuteira de Ouro. “A Champions (Liga dos Campeões) é especial e todos os anos queremos ganhá-la, mas a Liga (Espanhola) é o (título) mais importante. É a competição que nos leva a estar bem na Champions e na Copa (do Rei), senão é muito difícil competir quando chegam o resto das competições. Nunca nos esquecemos de nenhum título, no Barça sempre optamos por (tentar ganhar) tudo”, completou.

E se for levado em conta o desempenho em todos os torneios disputados na temporada passada, Messi fez um total de 51 gols, superando a marca dos 50 em um ciclo do futebol europeu também pela sexta vez em sua carreira. Nesta jornada 2018/2019, além das 36 bolas na rede contabilizadas no Espanhol, ele terminou como artilheiro maior da Liga dos Campeões, com 12 gols, e ainda marcou mais três na Copa do Rei. E esses 51 gols foram contabilizados em apenas 50 jogos.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora