15 de junho de 2024 Atualizado 01:27

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Ex-diretor do Corinthians critica gestão de Melo: ‘Me arrependo de não ter saído antes’

Por Agência Estado

11 de junho de 2024, às 14h50

Os bastidores do Corinthians continuam bastante movimentados devido às polêmicas envolvendo o clube e a ex-patrocinadora master, a casa de apostas Vai de Bet. Nesta terça-feira, o ex-diretor financeiro do clube, Rozallah Santoro, criticou a gestão do presidente Augusto Melo.

O agora ex-dirigente do Corinthians explicou as motivações que o levaram a deixar o cargo e também comentou sobre o relacionamento ruim que estava tendo com o atual mandatário do clube.

“Nas últimas semanas, eu quase não tinha mais contato direto com Augusto. Só conversava com ele através de interlocutores, como o Marcelo Mariano (diretor administrativo) e o Vinícius Cascone (secretário-geral). A minha cadeira foi esvaziada. Aliás, praticamente todas as minhas opiniões técnicas não foram acatadas, em termos de preços e sugestões técnicas. Só me arrependo de não ter saído duas semanas atrás”, declarou, em entrevista ao portal UOL.

Rozallah também ficou bastante incomodado com a entrevista que Augusto Melo concedeu ao influencer Cross. O ex-diretor afirmou que estava pronto para pedir demissão após o programa, mas o presidente do clube o convenceu a ficar na gestão, prometendo que ele teria mais autonomia nas decisões – promessa que, segundo ele, não foi cumprida.

Outro motivo que teria levado Rozallah Santoro a entregar o cargo foi o desentendimento com o diretor administrativo do Corinthians, Marcelo Mariano, que está envolvido no caso Vai de Bet. Augusto Melo defendeu o dirigente corintiano na entrevista coletiva realizada na segunda-feira.

“O Marcelo Mariano desce lá todo dia, ele que administra geral o clube, tudo. Ele desceu lá porque o diretor estava viajando, desceu lá como desce todo dia para falar tudo que tem que pagar. Ele desce lá sempre. Se for assim, estou envolvido também? Se o diretor não estava no financeiro, ele quem mandava pagar. Se teve algum problema, por que (Rozallah) não vetou? Marcelo Mariano é um cara capacitado, está ao meu lado e é um diretor de confiança. Querem manchar nossa imagem, cinco meses de voto de confiança. Essas pessoas não querem o bem do Corinthians”, disse o presidente do Corinthians na coletiva.

Publicidade