18 de setembro de 2020 Atualizado 20:44

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Tênis

Em duelo tenso, Rússia vence Argentina na ATP Cup; Austrália também avança

Por Agência Estado

09 jan 2020 às 12:56 • Última atualização 27 abr 2020 às 12:04

Os dois primeiros semifinalistas da ATP Cup foram definidos nesta quinta-feira. Serão a anfitriã Austrália e a Rússia, que superou um duelo tenso com a Argentina. Os tenistas da casa eliminaram a Grã-Bretanha num confronto marcado pelo equilíbrio e decidido somente no tie-break do jogo de duplas.

Contando com o apoio maciço da torcida, em Sydney, a Austrália fechou o duelo por 2 jogos a 1 sobre os britânicos, desfalcados de Andy Murray. Principal tenista do time local, Nick Kyrgios abriu o confronto vencendo Cameron Norrie por 2 sets a 0, com duplo 6/2.

Mas, na sequência, a torcida foi surpreendida pela derrota de Alex de Miñaur, que vinha brilhando na competição, para Dan Evans por 7/6 (7/4), 4/6 e 7/6 (7/2). Este duelo parelho seria apenas o aperitivo para o jogo de duplas, entre Kyrgios e De Miñaur contra Jamie Murray e Joe Salisbury, ambos especialista da modalidade.

Os tenistas australianos precisaram salvar quatro match points num disputado match tie-break para superar os favoritos por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/3 e 18/16. Com o triunfo, os donos da casa avançaram às semifinais, quando terão pela frente os vencedores do duelo entre a Bélgica e a Espanha, atual campeã da Copa Davis e liderada por Rafael Nadal, atual número 1 do mundo.

O outro confronto das quartas de final disputado nesta quinta também aconteceu em Sydney. E, se não foi tão equilibrado, acabou sendo marcado pela tensão, principalmente no duelo entre os dois melhores tenistas de cada time: o russo Daniil Medvedev e o argentino Diego Schwartzman. Os russos levaram a melhor por 3 a 0.

Decisivo para a Argentina, o jogo entre Medvedev e Schwartzman foi o segundo do confronto. Antes, os russos venceram com Karen Khachanov fazendo 6/2 e 7/6 (7/4) em Guido Pella. Por isso, o duelo foi quente desde o início, com conversas pouco amistosas entre os dois tenistas ao longo dos três sets.

Ambos receberam penalizações do árbitro, que chegou a deixar a sua cadeira para apartar uma discussão mais áspera no terceiro set. Em seguida, Medvedev recebeu nova punição, perdendo um ponto do game seguinte da disputa, após descontar sua irritação com dois golpes de sua raquete na própria cadeira do juiz.

Mesmo demonstração irritação durante a maior parte do jogo, Medvedev buscou a vitória por 2 a 1, com parciais de 6/4, 4/6 e 6/3. Na sequência, pelas duplas, Teymuraz Gabashvili e Konstantin Kravchuk bateram Máximo González e Andre Molteni por 7/6 (7/5) e 6/4.

Na semifinal, no sábado, os russos vão enfrentar os vencedores do duelo entre a Sérvia, de Novak Djokovic, e o Canadá. Este confronto está marcado para sexta-feira.

Publicidade