21 de setembro de 2020 Atualizado 22:39

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

+ Esportes

Eduardo Yudy fatura mais um bronze para o Brasil em Grand Prix de judô

Por Agência Estado

24 jan 2020 às 15:43 • Última atualização 27 abr 2020 às 11:39

O judô do Brasil conquistou mais uma medalha de bronze no Grand Prix de Tel-Aviv, em Israel. Eduardo Yudy subiu ao pódio na categoria até 81kg. Aléxia Castilhos, até 63kg, chegou perto da medalha ao cair na semifinal – ficou em quinto lugar. Na quinta, Daniel Cargnin levou o bronze na categoria até 66kg.

Yudy começou sua campanha em alto estilo em Tel-Aviv. Venceu suas três primeiras lutas por ippon, superando o cipriota Aristos Michael, o porto-riquenho Adrian Gandia e o português Anri Egutidze – este por desclassificação por fazer movimento que teria colocado a integridade física do brasileiro em risco.

Na sequência, Yudy não conseguiu manter o ritmo diante do russo Aslan Lappinagov, um dos cabeças de chave, nas quartas de final. Num golpe de contra-ataque, o russo deu um ippon no brasileiro, que precisou disputar a repescagem, quando superou o sul-coreano Sungho Lee por ippon.

Na disputa do bronze, precisou de apenas 40 segundos para derrotar o alemão Dominic Ressel por ippon. “Os treinamentos me ajudaram muito para chegar bem e focado na competição. Normalmente eu fico no fuso horário e acabo me desconcentrando. Mas, este longo tempo na Europa me ajudou a chegar bem e fazer meu jogo”, comentou o brasileiro, que realizou sua pré-temporada em Mittersill, na Áustria, e em Roma, na Itália. “Me sinto mais confiante e na próxima vez irei em busca do ouro.”

No feminino, Aléxia Castilhos foi quem mais chegou perto do pódio, na categoria até 63kg. Como aconteceu com Yudy, a brasileira venceu suas duas primeiras lutas por ippon, contra Sandrine Billiet (de Cabo Verde) e a local Inbal Shemesh. Depois ganhou da sul-coreana Ju Hee Han com dois waza-ari em apenas 30 segundos.

Na semifinal, a brasileira acabou caindo diante da canadense Catherine Beauchemin-Pinard após dois waza-ari. Em seguida, na disputa pelo bronze, foi superada pela checa Renata Zachova por ippon.

O segundo dia de competições em Tel-Aviv contou com outros seis brasileiros em ação. Maria Portela (até 70kg), João Macedo (até 81kg) e Eduardo Katsuhiro (até 73kg) caíram nas oitavas de final. Ketleyn Quadros (até 63kg) e Ellen Santana (até 70kg) foram eliminadas logo na estreia. E David Lima (até 73kg) caiu na segunda rodada.

No terceiro e última dia do Grand Prix de Tel-Aviv, neste sábado, cinco brasileiros vão competir: Samanta Soares (até 78kg), Rafael Macedo (até 90kg), Giovani Ferreira (até 90kg), Leonardo Gonçalves (até 100kg) e Rafael Buzacarini (até 100kg).

Publicidade