10 de abril de 2021 Atualizado 17:15

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Eder mostra ansiedade pela Libertadores e prevê grande temporada para o São Paulo

Por Agência Estado

31 mar 2021 às 22:40 • Última atualização 31 mar 2021 às 23:47

O atacante Eder foi apresentado pelo São Paulo nesta quarta-feira com status de astro. Foi recepcionado pelo atacante Müller, no Morumbi, e não escondeu sua ansiedade em atuar diante da torcida no estádio. Também não vê a hora de disputar a Copa Libertadores e previu uma grande temporada para o clube.

A alegria do atacante por poder jogar no Brasil após muitos anos fora ficou evidente em sua apresentação. Eder estava bastante eufórico por vestir a camisa tricolor e falando em buscar grandes resultados. O São Paulo está há nove anos de jejum de títulos, mas, se depender do atacante, o tabu será derrubado muito em breve.

“O grupo do São Paulo, vendo nesses dias, tem muita qualidade com esses meninos, sejam os novos, jovens, ou quem chegou, os mais experientes. Com esse tipo de qualidade e com a intensidade que pede o Crespo, o São Paulo pode fazer uma grande temporada”, garantiu.

A diretoria são-paulina não mediu esforços para montar um elenco forte. A meta é justamente voltar a ser campeão. Eder se diz honrado por estar nos planos. “Um momento especial por vestir a camisa tricolor e ainda conhecer um pouco mais da história do clube ao lado de um grande ídolo, Müller. Agora é trabalhar muito para buscar os objetivos”, afirmou, empolgado com a disputa da Libertadores.

“Libertadores é como uma Europa League (Liga Europa), uma Champions (Liga dos Campeões), é um campeonato a parte. Para o torcedor do São Paulo tem um significado a mais, é um clube acostumado a esse tipo de jogo, acostumado a ganhar esse tipo de competição. Vai ser bem legal, algo diferente”, afirmou, louco para já estar em campo na casa tricolor. “O Morumbi é, realmente, muito bonito. Nunca tinha vindo aqui. E deve ser ainda mais lindo com a torcida. O São Paulo é um clube enorme.”

Apesar do retorno ao País, sua meta inicial com a saída do Shandong Luneng era retornar à Europa, onde fez história defendendo clubes italianos. “Fui muito sincero, em janeiro tive a possibilidade de voltar para a Itália, não deu”, assumiu.

E foi além. “Na minha cabeça, era voltar para a Europa em julho. Tive contato com outros clubes no Brasil, mas acho que foi como o São Paulo chegou em mim, o que me apresentaram e o que vi do São Paulo no ano passado. É um clube enorme. Gostei muito de como se aproximaram de mim”, disse. E concluiu: “O que me falaram do Mister Crespo, da intensidade, da qualidade… Acho que o São Paulo pode fazer um ano importante. Essa foi minha decisão, por isso escolhi o São Paulo.”

Publicidade