28 de maio de 2024 Atualizado 23:19

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Copa Sul-Americana

Corinthians joga bem e goleia o Argentinos Juniors na Neo Química Arena

Yuri Alberto foi o destaque do Timão, com dois gols marcados na vitória por 4 a 0, na noite desta terça-feira

Por Agência Estado

14 de maio de 2024, às 23h30 • Última atualização em 14 de maio de 2024, às 23h40

Avassalador e dominante como poucas vezes havia sido na temporada, o Corinthians fez um jogo praticamente perfeito e conseguiu uma vitória com larga margem nesta terça-feira. Ligado, o time explorou as muitas fraquezas do Argentinos Argentinos e goleou o rival por 4 a 0 na Neo Química Arena. Yuri Alberto, antes criticado, está nas graças da torcida. Foram dele dois dos quatro gols do triunfo válido pela penúltima rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana. Os outros saíram dos pés do jovem Wesley e do argentino Fausto Vera.

O resultado e o desempenho animam a equipe treinada pelo português António Oliveira para a última e decisiva rodada da fase de grupos da Sul-Americana, que definirá quem avançará ao mata-mata do torneio na liderança do Grupo F. O Corinthians, atualmente no segundo posto, tem 10 pontos, um a menos do que o Racing, do Uruguai, o líder da chave. Os dois se enfrentam na rodada derradeira da primeira fase daqui a duas semanas, dia 28, na Neo Química Arena.

Yuri Alberto marcou dois gols na partida desta terça-feira – Foto: Ricardo Moreira / Zimel Press / Estadão Conteúdo

Na Sul-Americana, os primeiros colocados ao término da fase de grupos se classificam automaticamente para as oitavas de final. Já os segundos de cada chave precisarão passar por um playoff contra os terceiros dos grupos da Libertadores. Daí a importância de terminar na liderança do grupo.

A vitória foi construída com naturalidade e tranquilidade e pelo Corinthians, que fez uma de suas melhores apresentações em 2024. Ajudaram o primeiro gol anotado nos primeiros minutos e, claro, as muitas fragilidades demonstradas pelo Argentinos Juniors, que vacilou duas vezes na retaguarda, em sequência, e foi castigado pelos seus erros.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Antes questionado, Yuri Alberto é realmente outro atleta desde que seu “algoz” Mano Menezes foi demitido. Oportunista, o centroavante fez o primeiro e minutos depois fechou o placar. Ele abriu o marcador de cabeça, concluindo, bem colocado entre os zagueiros, assistência de Fagner em falta cobrada da direita aos dez minutos.

No fim da etapa inicial, o camisa 9 reapareceu para aproveitar a bobeada na saída de bola dos visitantes. Ele recebeu um presente da zaga e, na frente do goleiro, não perdoou aos 43 minutos. O lance foi quase uma repetição do segundo gol, anotado por Wesley, dois minutos antes. Os argentinos também erraram na saída de bola com o goleiro Diego Rodríguez, e deixaram a bola com Romero, que serviu o jovem atacante. Ele tocou por cima e saiu para festejar.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

Como definiu o resultado na etapa inicial, no segundo tempo, restou ao Corinthians administrar a larga vantagem. Os donos da casa não se acomodaram e conseguiram transformar a vitória em goleada. Depois de alguns gols perdidos, Fausto Vera, ex-jogador do Argentino Juniors, foi às redes nos acréscimos com bonito chute de canhota e definiu o passeio na Neo Química Arena.

Os argentinos tentaram mostrar algum poder de reação, mas não foram eficientes em suas três chegadas ao ataque. Na melhor delas, pararam no gigante Carlos Miguel, que colocou o ídolo Cássio no banco. Foi uma noite de paz e festejo para o quase sempre pressionado Corinthians.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 4 X 0 ARGENTINOS JUNIORS

CORINTHIANS – Carlos Miguel; Fagner, Félix Torres (Gustavo Henrique), Cacá e Hugo; Raniele, Breno Bidon e Rodrigo Garro (Igor Coronado); Wesley (Fausto Vero), Romero (Gustavo Mosquito) e Yuri Alberto (Pedro Raul). Técnico: António Oliveira.

ARGENTINOS JUNIORS – Diego Rodríguez; Meza, Godoy, Palacio e Montiel; Gamarra (Herrera), Oroz (Juan Cardozo) e Viveros; Batallini, Verón (Perelló) e Maxi Romero (Heredia). Técnico: Pablo Guede.

GOLS – Yuri Alberto, aos 10, e aos 43, e Wesley, aos 41 do primeiro tempo. Fausto Vera, aos 47 do segundo tempo.

ÁRBITRO – Felipe González (Chile).

CARTÕES AMARELOS – Oroz, Gamarra e Garro.

PÚBLICO – 40.049 torcedores.

RENDA – Não divulgada.

LOCAL – Neo Química Arena, em São Paulo (SP).

As notícias do LIBERAL sobre Americana e região no seu e-mail, de segunda a sexta

* indica obrigatório

Publicidade