06 de maio de 2021 Atualizado 23:59

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Com boa atuação de Hulk, Atlético-MG vence Tombense no jogo de ida da semifinal

Por Agência Estado

01 Maio 2021 às 18:50 • Última atualização 02 Maio 2021 às 08:33

O Atlético-MG derrotou por 3 a 0 o Tombense, neste sábado, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pelo primeiro jogo da semifinal do Campeonato Mineiro. Líder da classificação geral na primeira fase, a equipe da capital construiu boa parte do resultado já nos primeiros 20 minutos de jogo, aproveitando um adversário acuado e sem grandes armas para surpreender.

Grande destaque da partida, o atacante Hulk parece ter se firmado na equipe, participando dos três gols: deu assistência para o primeiro, sofreu a falta que ocasionou o pênalti no segundo e, de quebra, anotou um golaço para fechar o placar.

O ex-jogador da seleção brasileira, que chegou como estrela no time do técnico Cuca, tomou o lugar do chileno Eduardo Vargas e fez por merecer a chance dada pelo treinador, após polêmica ao ter justificado seu desempenho aquém nos primeiros jogos por falta de sequência.

Após boa pressão no começo do jogo, o Atlético-MG abriu o placar aos 15 minutos. Hulk aproveitou a desordem na defesa do Tombense para achar Hyoran sozinho na área. O meio-campista, com muito espaço, fez jogo de corpo, limpou os adversários e finalizou, marcando o primeiro gol.

Apenas alguns minutos depois, o lateral-direito Manoel deu um empurrão em Hulk e, com auxílio do VAR, o árbitro marcou falta na área. O pênalti foi cobrado com sucesso pelo lateral-direito Guga, ampliando para o Atlético-MG.

A única chance mais clara do Tombense no primeiro tempo veio minutos depois do segundo gol, com um chute do atacante Keké que pegou no travessão.

No segundo tempo, o técnico Rafael Guanaes, que fez a sua estreia neste sábado à frente do Tombense, fez duas mudanças no intervalo para tentar mudar o rumo da partida, mas sem surtir muito efeito nos 45 minutos restantes.

Aos 16 minutos da etapa final, Hulk fez aquilo que lhe consagrou no futebol internacional e o que o fez chegar à seleção brasileira, quando jogava pelo Zenit St.Petersburg, da Rússia. O atacante relembrou os melhores tempos de sua carreira ao acertar um lindo chute de fora da área, forte e certeiro, sem chances para o goleiro Felipe Garcia.

A reação do Tombense poderia ter vindo com a expulsão do goleiro atleticano Everson, após cometer pênalti ao ser driblado. Keké foi para a cobrança, mas o substituto Matheus Mendes, goleiro da base do Atlético-MG, conseguiu a defesa tanto no primeiro chute quanto no rebote do artilheiro do Campeonato Mineiro, que perdeu a chance de fazer o sétimo gol no torneio.

Depois disso, a pressão do Tombense foi grande com um jogador a mais. Mas a estrela de Matheus Mendes brilhou desde a sua entrada repentina. A bola parou no goleiro, pelo menos, em mais três chances de perigo do adversário, que tentava descontar.

O Atlético-MG conseguiu segurar a pressão e, assim, garantiu a larga vantagem para o segundo confronto, que está marcado para o próximo sábado, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Publicidade