14 de junho de 2024 Atualizado 14:36

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esporte

Avaí fica no empate com a Chapecoense e perde chance de assumir a liderança da Série B

Por Agência Estado

09 de junho de 2024, às 19h12

Nada de gols na Ressacada. Mesmo apoiado por mais de 14 mil torcedores, o Avaí não manteve o embalo na Série B do Brasileiro e ficou no empate sem gols com a Chapecoense, neste domingo, pela nona rodada.

Depois de cinco vitórias seguidas, o Avaí voltou a tropeçar e continua na vice-liderança, com os mesmos 17 pontos do Goiás, que ainda entra em campo na rodada. Já a Chapecoense chegou ao sétimo jogo sem vitória e, com 11 pontos, é a 13.ª colocada.

Mais leve que a Chapecoense, o Avaí aproveitou a atmosfera da torcida para começar em cima do rival. Foram três finalizações antes dos cinco minutos. Faltou, porém, acertar a direção do gol. O time, porém, não conseguiu manter o ritmo.

Apesar do Avaí ter mais a posse da bola, a Chapecoense foi quem criou a melhor oportunidade do primeiro tempo. Marcos Vinícius não cortou cruzamento e a bola sobrou para Marcinho, que dominou e chutou colocado. Quase em cima da linha e já caído, Tiago Pagnussat esticou o pé e desviou para escanteio.

Nos acréscimos, uma cena inusitada. A assistente Fabrini Bevilaqua Costa sentiu uma lesão muscular e precisou ser substituída por Charly Wendy Straub Deretti, que fazia o papel de quarta árbitra.

Na volta do intervalo, o Avaí foi para cima da Chapecoense e assustou logo aos três minutos, quando João Paulo cruzou, Habraão desviou e quase marcou gol contra. A resposta alviverde veio na sequência. JP Galvão cruzou rasteiro e Marcinho chegou um pouco atrasado.

A partida era boa no segundo tempo, com os dois times criando chances. Marcos Vinícius ficou com a sobra do escanteio e chutou rente a trave de Cavichioli, levantando a torcida do Avaí na Ressacada.

No entanto, o time comandado por Gilmar Dal Pozzo não conseguiu manter o ritmo e escapou da derrota nos minutos finais. Marcelinho saiu na cara de César e chutou errado. Depois, o atacante cabeceou na rede pelo lado de fora.

O Avaí volta a campo na sexta-feira, contra o Guarani, às 21 horas, na Ressacada, em Florianópolis, e a Chapecoense visita o Amazonas, na quinta, também às 21 horas, na Arena da Amazônia, em Manaus. Os dois jogos são válidos pela 10.ª rodada.

FICHA TÉCNICA:

AVAÍ 0 X 0 CHAPECOENSE

AVAÍ – César; Jonathan Costa, Tiago Pagnussat, Marcos Vinícius e Mário Sérgio; Zé Ricardo (Ronaldo Henrique), Willian Maranhão, Giovanni (Jean Lucas) e João Paulo (Pedrinho); Hygor (Ademilson) e Gabriel Poveda (William Pottker). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

CHAPECOENSE – Matheus Cavichioli; JP Galvão, Habraão, Bruno Leonardo e Mancha; Foguinho, Auremir (Tárik), Carvalheira e Thomás (Marcelinho); Rubens (Thayllon) e Marcinho (Régis). Técnico: Umberto Louzer.

CARTÕES AMARELOS – Zé Ricardo, João Paulo e Willian Maranhão (Avaí); JP Galvão, Thomás, Régis, Tárik e Auremir (Chapecoense)

ÁRBITRO – Edina Alves Batista (FIFA – SP)

RENDA – R$ 408.921,00

PÚBLICO – 14.721 total

LOCAL – Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC).

Publicidade